Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Churrasco no apê: um guia completo para ter uma churrasqueira na varanda

Saiba como planejar, como evitar a fumaça, quais tipos existem... E monte sua área gourmet.

Por Da Redação - Atualizado em 16 jan 2020, 03h39 - Publicado em 20 dez 2018, 11h10
Projeto DOOB Arquitetura Divulgação/Julia Ribeiro/Reprodução

O brasileiro ama churrasco e o mercado imobiliário ouviu o apelo: há muitos anos que até os microapartamentos vêm sendo lançados com varanda. Assim, não é mais preciso ter uma casa com quintal para preparar um bom churrasco.

Porém, instalar uma churrasqueira na varanda do apê requer cuidado e atenção. Para te orientar direitinho, conversamos com arquitetos e especialistas de empresas fabricantes e montamos este guia.

Fontes consultadas: arquiteta Paula Passos, da Dantas & Passos Arquitetura; arquiteto Felipe Luciano, do Estudio FCK; arquiteta Karina Korn; Marcio Gemignani, diretor da Largrill; e Cristiane Cassab, diretora da Construflama.

Primeiro passo

Se a churrasqueira não fizer parte do projeto inicial da varanda, pergunte em seu condomínio se ela pode ser instalada (às vezes o pedido é negado porque dutos externos, por exemplo, podem interferir na fachada) – é necessário ter a autorização por escrito. Deve-se também verificar o espaço disponível para a instalação, além de pensar em coifa, dutos e/ou chaminés para a exaustão da fumaça.

Continua após a publicidade

Quem dá as orientações técnicas?

É preciso chamar um arquiteto ou designer de interiores para planejar o espaço. Esse profissional costuma contar com o apoio de técnicos especialistas em churrasqueiras para fornecer as informações específicas de cada produto e orientar sobre a instalação dos equipamentos.

Existem diversos modelos de churrasqueiras fabricadas em kits semiprontos ou já prontos que simplificam a obra.

Projeto da arquiteta Cris Paola Divulgação/ Hamilton Penna/Reprodução

Importância da exaustão

Para ter uma gostosa varanda de apartamento com churrasqueira é necessário ter boa circulação de ar. Para isso, é fundamental contar com coifas ou chaminés que evitem o retorno da fumaça ou que ela seja direcionada ao vizinho.

Entre os erros mais comuns estão as chaminés mal dimensionadas, a falta de oxigenação sob a churrasqueira e as coifas mal projetadas, com curvas de 90 graus e sem motor de exaustão, o que costuma dar retorno de fumaça. Erros desse tipo resultam em um apê chamuscado!

Continua após a publicidade

Por isso é fundamental consultar um profissional especializado na área, responsável por avaliar a execução da churrasqueira dentro das normas técnicas, e mão de obra com conhecimento.

Tipos de churrasqueira

Os modelos a carvão são os mais conhecidos e os mais usados. Para facilitar a vida, o mercado tem kits pré-moldados prontinhos, fáceis de instalar.

As opções a gás também são eficientes e ainda têm limpeza descomplicada. A camada de pedras vulcânicas que vai sobre as chamas funciona como um braseiro que atinge a temperatura ideal em poucos minutos e assegura o sabor tradicional do churrasco. Mas é preciso planejamento para adaptar o modelo escolhido no projeto, além de calcular a passagem dos cabos e das instalações do gás.  Importante: é preciso ter ventilação permanente para garantir a segurança dos moradores. 

As versões elétricas também têm sido muito usadas e podem ser modelos de bancada, que pedem um bom planejamento de espaço e instalações específicas, ou portáteis. Se a escolha for pelo modelo de mesa, um especialista deve fazer as especificações de instalação. 

Continua após a publicidade

Os modelos portáteis incluem todos os tipos listados acima e são absolutamente práticos.

Projeto Andrade & Mello Arquitetura Divulgação/Luis Gomes/Reprodução

Tamanho certo

A medida ideal da churrasqueira é definida tanto pelo número de pessoas que usarão o espaço quanto pela área disponível, que acaba sendo o fator determinante, especialmente em apartamentos pequenos.

Uma conta sugerida pelos fabricantes é: a partir de 50 cm para atender cerca de dez pessoas e, a cada 10 cm, mais dez pessoas – assim sucessivamente. 

Se sua varanda for muito pequena, saiba que alguns fabricantes fazem modelos sob medida, vale pesquisar.

Continua após a publicidade

Ambiente bem pensado

Além da churrasqueira em si, é imprescindível dispor de um local para o preparo e manuseio da carne, como bancadas e mesas de apoio. Além disso, pense muito bem na área de circulação do ambiente.

É preciso calcular a movimentação dos espetos para que o churrasqueiro tenha conforto durante o preparo dos alimentos.

Projeto arquiteta Cristiane Schiavoni Divulgação/Carlos Piratininga./Reprodução

Quanto custa?

O preço varia conforme o modelo de churrasqueira escolhido. É possível encontrar kits prontos de alvenaria a partir de R$ 500, mas lembre-se de calcular gastos extras com instalação, revestimento, exaustão…

Já as portáteis são bem baratinhas – dá pra encontrar modelos por menos de R$ 100. O preço muda de acordo com as funcionalidades, materiais, design da peça.

Continua após a publicidade

Escolha a sua churrasqueira, prepare o espaço para recebê-la e bom churrasco!

Publicidade