Projeto Capacita-me forma sua primeira turma para o varejo

Cerimônia de formatura dos 40 alunos de programa idealizado por Rachel Maia aconteceu no shopping JK, em São Paulo

Em cerimônia emocionante no shopping JK Iguatemi, em São Paulo, aconteceu nesta sexta (20) a formatura da primeira turma do projeto #CAPACITA-ME. Idealizado pela executiva paulistana Rachel Maia, foi criado para formar profissionais para o mercado de trabalho, com foco no varejo. A primeira turma teve 40 alunos, e 80% das vagas foram destinadas a mulheres. 

“É uma satisfação que não consigo colocar em palavras”, descreve a empresária. “A educação é a minha bandeira. Através dela podemos fazer com que as pessoas se sintam dignas de ocupar espaços que não sonhariam antes. Também acredito que aqueles que ‘chegam lá’ precisam puxar os outros. É uma responsabilidade social. Não podemos permitir que essas realizações sejam ilhas inacessíveis”, diz Rachel a CLAUDIA.

Com 160 horas de curso e certificação pelo Senac, a formação abrange introdução ao comércio de forma geral, técnicas básicas de venda e apresentação pessoal, além da inserção dos participantes no mercado de trabalho. Neste momento, a maioria dos participantes já está em processo seletivo para assumir vagas de emprego.

 A capacitação visa atender pessoas em situação de vulnerabilidade do extremo sul da capital paulista. As aulas aconteceram no CEU Vila Rubi, de segunda a sexta-feira, das 19h às 22h30. Algumas aulas foram externas.

Gênero e igualdade racial também foram temas abordados com os jovens, como conta a jovem Nayara Cristina, de 23 anos. Moradora do bairro Jardim Guanabara, ela afirma que o processo a fez ganhar consciência sobre quem é e sobre o que deseja. Aluna de escola pública por toda vida, precisou abandonar a faculdade particular por falta de recursos. Entusiasmada, relata que está nas dinâmicas de contratação e, se tudo der certo, voltará para a universidade no segundo semestre.

“Hoje, consigo pensar onde quero estar daqui a cinco anos. Essa consciência e essa vontade não têm volta; ninguém pode tirar de mim. Estar em sala de aula me faz acreditar que posso crescer, conquistar meus bens, oferecer uma vida confortável para os meus pais”, afirma.

O projeto #CAPACITA-ME teve apoio de realizadores como Universia (iniciativa educacional do Banco Santander), da Prefeitura de São Paulo. A partir do segundo semestre de 2018, terá participação especial do grupo Mulheres do Brasil, liderado por Luiza Trajano, do Magazine Luiza.

Para a próxima turma, a meta é expandir o programa para outras regiões e atrair mais empresários que queiram apoiar o projeto. “Quero garantir empregabilidade. A oportunidade é tão importante quanto o curso”, finaliza Rachel.