Conheça a paulistana cujo talento é conectar pessoas

Kuki Bailly criou o Dots, grupo virtual que conecta ofertas a demandas por serviços e talentos e já tem mais de 70 mil integrantes

Nascida em São Paulo, Kuki Bailly, 48 anos, é designer por formação, mas sua vocação real é conectar talentos. Quando trabalhava na área de inovação de grandes empresas, era frequentemente procurada por amigos e até por headhunters que sabiam dessa habilidade. “Eu sempre tinha alguém para sugerir, pois gosto de gente – socializar, ouvir histórias, manter contato.”

Leia também: Faça você mesma o seu plano de carreira 

Em julho de 2015, Kuki foi demitida e, em seu perfil do Facebook, fez um desabafo seguido por um convite. No post, ela dizia que, em meio a tanto desemprego, as pessoas tinham de se ajudar. “Propus aos amigos que contassem o que faziam ou do que precisavam e compartilhassem seus contatos”, lembra.

Foram tantas as mensagens que ela acabou criando um grupo na rede social com o objetivo exclusivo de conectar ofertas de serviço ou mão de obra a quem necessita delas. Nascia assim o Dots, do qual fazem parte hoje mais de 70 mil pessoas de todo o Brasil, a maioria radicada em São Paulo.

O que começou de forma absolutamente espontânea ficou sério e passou a ser a principal atividade da paulistana, que diariamente autoriza posts e novos integrantes. Além disso, desde o ano passado, ela modera o Dots Guardians, outro grupo virtual voltado para ações filantrópicas. “As redes sociais são poderosas. Por que não doar cinco minutos do tempo que gastamos nelas para ajudar o outro?”

Leia também: Não sou feliz na carreira. Devo voltar a estudar?

Para se manter, ela faz trabalhos de design como freelancer. Mas o próximo passo é empreender. Em breve, espera lançar um e-commerce de serviços variados com preços abaixo do mercado. O projeto está sendo financiado coletivamente no site Kickante. “O ser humano é mais feliz colaborando do que competindo.”