Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Como escrever o melhor currículo para trabalhar com moda em seis passos

Confira detalhadamente como deixar seu currículo prontinho para as grandes da indústria da moda.

Por Maria Eduarda Mallet Atualizado em 21 jan 2020, 09h57 - Publicado em 19 Maio 2016, 16h05

Se você quer entrar no mercado da moda, você precisa amar o que faz, ter uma formação impecável, falar línguas e, sobretudo ter proatividade.

As redes sociais passaram a ser seu portfólio ou marca pessoal, twitter, instagram e facebook, todos tem muita importância para seus recrutadores. Eles são como janela para o trabalho dos seus sonhos. 

Não é fácil, amiga! Se sua vontade é trabalhar com moda, o caminho é árduo mas não impossível.

Confira nossas dicas e deixe seu currículo perfeito:

1. Verifique se o documento está limpo e fácil de ler:

– Seja sucinta e clara em suas ideias.

– Um resumo bem feito de suas características será muito importante para o recrutador. 

– Seu currículo não pode passar de uma página. 

– Não utilize linguagem rebuscada. Opte por verbos ativos, palavras simples e objetivas.

2. Não tenha erros de português:

– Um único erro de digitação não é bem visto pela indústria editorial, onde a precisão, consistência e rigor são fundamentais.

– Preste atenção aos detalhes. Perceba se o nome da empresa está correto, se o nome da pessoa para quem você enviou também. Não copie e cole apenas, sempre revise seu CV antes de enviá-lo. 

3. Realce seu histórico profissional:

Categorize e use tópicos para destacar experiências.

Continua após a publicidade

– É muito importante possuir habilidades diversificadas, um grande conjunto de estágios e atividade. 

– Você precisa mostrar em seu currículo que fez o melhor durante o tempo em que trabalhou. 

– Não coloque informações irrelevantes nem passatempos. 

– Mostre que sua carreira é arredondada e interessante

4. Atualize sempre:

– Mostre a seu recrutador, que seu currículo foi feito e pensado especialmente para aquele emprego e cargo. Isso demonstra atenção. 

– Pesquise a respeito da marca e coloque em seu CV as mesmas palavras-chave que ela utiliza no mercado. Será  um jogo de linguagem bem interessante.

– Seu perfil no LinkedIn deve sempre permanecer atualizado.

– Seu CV e contas pessoais de facebook e outras redes sociais devem refletir o que você quer perseguir e alcançar.

5. Faça sua criatividade valer a pena:

–  Michelle Lee, editora chefe da revista americana Allure, contou que prefere algo simples. “Se você quiser me impressionar com a sua criatividade, deixe seu trabalho falar por si mesmo em seu portfólio.”

6. Conte uma história convincente:

– Seu CV deve contar uma história. E ela deve ser fácil de seguir pelo recrutador. 

– Mostre impacto e orgulho de suas realizações. 

– Inicie a progressão em seu CV com serviços, siga com trabalhos próprios e peças, em seguida, seção pessoal e por fim, gestão de outras pessoas e projetos maiores. 

Continua após a publicidade
Publicidade