Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

12 heroínas da ficção que inspiram uma carreira vencedora

Ensinamentos que saíram de histórias apaixonantes para o mercado de trabalho

Por Karoline Gomes - Atualizado em 21 jan 2020, 20h33 - Publicado em 16 jul 2015, 13h27

A ficção é o espelho da realidade e o mundo corporativo tem muito a aprender com algumas das maiores heroínas presentes em obras da literatura, cinema, quadrinhos e televisão. Confira 12 personagens femininas que são exemplos de como agir no ambiente profissional.

1. Katniss Everdeen, de Jogos Vorazes

Resiliência. Essa é a característica que define a protagonista de Jogos Vorazes. Voluntária a participar de um jogo da morte no lugar da irmã, Katniss surge como uma garota temerosa no primeiro volume da série e renasce como o símbolo máximo de resistência. Como Katniss, quem quiser se destacar não deve desistir dos seus objetivos, mesmo que o caminho seja difícil.

2. Diana, a Mulher Maravilha (DC Comics)

O senso de justiça e a força da princesa das Amazonas Diana de Temíscira são os fatores que a transformaram numa das heroínas mais famosas de todos os tempos, a Mulher-Maravilha. Saber a diferença entre o certo e o errado é requisito para se dar bem na profissão, assim como ter estrutura física e psicológica para suportar a pressão do ambiente de trabalho – em qualquer área de atuação.

3. Tenente Ellen Ripley, de Alien 

Continua após a publicidade

A tenente é extretamente responsável e procura respeitar todas as regras, mas ao mesmo tempo mantém a racionalidade, pensando muito antes de agir. No trabalho, o comportamento como o de Ellen Ripley em Alien ajuda a manter a calma, enfrentar desafios diários e conquistar estabilidade em sua função, tudo isso podendo exercer a sua autonomia.  

4. Sarah Connor, de O Exterminador do Futuro

Sarah Connor é, acima de tudo, uma sobrevivente. A luta contra seu próprio extermínio – frente a uma máquina desenvolvida justamente para esse fim – é o que a mantém de pé. Além disso, seu senso de responsabilidade fala mais alto por saber que o destino da humanidade depende de sua vida. Essa é a grande lição de Sarah para o mundo corporativo: as ações individuais, mesmo que sejam tarefas simples, impactam diretamente toda a rotina e os resultados de uma empresa.

5. Natalia “Natasha” Romanova, a Viúva Negra (Marvel)

As pessoas podem deixar de lado o seu passado se você for extremamente eficiente. É o que a personagem Viúva Negra ensina a quem quer se destacar no ambiente de trabalho. Com um passado obscuro, a ex-espiã russa usa e abusa de técnicas e estratégias para eliminar os inimigos. Na vida profissional, a tática é utilizada para superar os desafios e a estratégia ajuda a montar planejamentos.

Continua após a publicidade

6. Lara Croft, de Tomb Raider 

A arqueóloga e aventureira Lara Croft está em uma constante prova de resistência em suas sagas na ficção. Sempre encontrando obstáculos ao longo de suas jornadas, ela não desiste de cumprir todas as missões. A heróina de Tomb Raider mostra que é sempre válido usar a inteligência e a perseverança para resolver enigmas e enfrentar dilemas na carreira.    

7. Hermione Granger, da saga Harry Potter 

Você acha que Harry Potter teria combatido Lord Voldemort sem a ajuda de sua melhor amiga, Hermione Granger? A heroína já foi piada na sua turma na Grifinória, em Hogwarts, por ser intelectual e saber de tudo um pouco, mas ela mostrou que as mulheres nunca devem ter medo de mostrar sua inteligência, ainda mais se isso as colocar em vantagem com relação a um homem.  

8. Merida, de Valente 

Continua após a publicidade

Muito decidida, a princesa Merida não abre mão das coisas que mais ama para cumprir obrigações designadas por sua família. Ela insiste em decidir sozinha o rumo de sua vida. A história inspira qualquer pessoa que esteja enfrentando a situação complicada de escolher entre realizar um sonho pessoal e profissional ou agradar o desejo dos pais.  

9. Hua Mulan, de Mulan 

Mulan precisa se vestir e se comportar como um homem para se juntar ao exército imperial chinês e ajudar a expulsar os invasores hunos da China. Porém, é só depois que a guerreira assume sua identidade e luta como uma mulher, que ela consegue salvar o país inteiro com sua força e estratégias de combate. A história mostra que a mulher não deve se masculinizar para conseguir ser ouvida e se destacar em uma empresa, mesmo que seja em um ambiente dominado pelos homens. 

10. Tris Prior, de Divergente  

Em Divergente, Tris escolhe seguir os seus instintos e deixar sua facção de nascença, a Abnegação, e se mudar para a Audácia onde teria obrigações e hábitos completamente diferentes. Em alguns momentos da sua vida profissional, será preciso ter a mesma coragem de Tris para sair da nossa zona de conforto e procurar novos desafios apaixonantes. Se der errado, você ganha experiência, mas se der certo, você pode encontrar a profissão ideal para sua vida. 

Continua após a publicidade

11. Daenerys Targaryen, de Game of Thrones

A história de superação de Daenerys é épica. Nascida na pior tempestade de sua era, ela cresceu como uma refugiada (a um passo de distância de perigosos assassinos) e acabou sendo vendida pelo próprio irmão. A vida da Mãe dos Dragões é repleta de vitórias e perdas em batalhas que envolvem amores, filhos, exércitos e reinos. Ou seja, na hora de reclamar do trabalho, é bom lembrar que grandes recompensas não vêm sem um caminho de sacrifícios.

12. Imperatriz Furiosa, de novo Mad Max 

Mesmo servindo ao temido ditador Joe, a Imperatriz Furiosa não tem medo de se rebelar para proteger seus ideais e salvar suas “irmãs”, aprisionadas pelo vilão. Consequentemente, ela é perseguida pelo exército fiel do líder carrasco, mas não se deixa intimidar. Persistência, estratégia e uma mente treinada para raciocinar rápido e lidar com qualquer imprevisto são as principais características da heroína para levar ao seu dia a dia no trabalho.  

 

Continua após a publicidade

 

Continua após a publicidade

*Com conteúdo do Omelete 

Publicidade