Lavar o cabelo com bicarbonato de sódio e vinagre funciona?

Uma mania tomou conta da cabeça das mulheres: lavagem com bicarbonato de sódio, finalizada por um enxágue de vinagre. Mas será que abandonar o xampu é saudável para os seus fios? Descubra a seguir.

A lavagem é o primeiro passo para cabelos bonitos e saudáveis
Foto: Getty Images

 

Como eles funcionam

O bicarbonato de sódio age na remoção de gorduras e deixa os fios livres da oleosidade. Porém, como seu pH é alcalino, ele acaba abrindo as escamas dos fios. Aí que entra o vinagre na equação, com ph ácido, para ajudar a fechar as cutículas e manter os fios saudáveis e mais brilhantes. Mas o motivo principal da troca do xampu industrializado pelo caseiro é que, teoricamente, a primeira alternativa conteria substâncias cancerígenas responsáveis pela higienização dos fios, como lauril sulfato de sódio, lauril éter sulfato de sódio, lauril sulfato de amônio e lauril éter sulfato de amônio, também chamados de tensoativos.

 

O porém

Em nota oficial, a ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) concluiu que não haviam provas científicas que sustentassem as afirmações contra as substâncias tensoativas citadas e que, portanto, elas não se enquadram na lista das cancerígenas. Além do falso alarme, a alternativa com bicarbonato e vinagre não é a melhor opção para a lavagem dos fios. “A gordura é dissolvida na mistura de bicarbonato de sódio e água, então essa pequena parcela da sujeira será removida, mas as impurezas de outras origens como poluição e resíduos de produtos, que não são solúveis em água, vão continuar no couro cabeludo e no cabelo”, afirma a cosmetóloga e engenheira química Sonia Corazza. Se usada todos os dias, em longo prazo essa mistura pode deixar o cabelo com grande acúmulo residual, trazendo como consequência descamação e em seguida queda e ressecamento dos fios. Já os xampus industrializados, além dos detergentes, também contam com fórmulas enriquecidas por nutrientes que fortalecem e hidratam, específicas para cada tipo de cabelo.

 

  

Meio-termo  

Mesmo não sendo cancerígenos, os tensoativos apresentam potencial irritante à pele. “Eles são seguros para uso em produtos de enxágue imediato. Já no caso dos leave-ins, que ficam em contato com o corpo mais tempo, é indicado que a concentração não exceda 1%”, explica a tricologista ortomolecular Sandra Assis Maia, da Clínica Capilar Alto Stima, em Goiânia. “Se for comprar um produto industrializado para fazer a limpeza completa dos fios, opte pelos que tenham o lauril éter sulfato de amônia, que é mais suave e menos irritante”, aconselha a dermatologista Valéria Marcondes, de São Paulo. De qualquer forma é sempre bom checar a embalagem e, se não quiser correr riscos, optar por produtos orgânicos, que ficam no meio-termo entre o industrializado e o caseiro e têm menos chances de causar quaisquer desconfortos.