Dicas para assumir os cabelos brancos e cuidar bem deles

Cada vez mais mulheres adotam o estilo que não tem NADA a ver com desleixo e sim um sinal de atitude.

A atriz Demi Moore acaba de entrar para a galeria das mulheres que decidiram assumir os brancos. A pesquisa A Mulher diante do Envelhecimento, encomendada à FsbPesquisa pela Avon, constatou que 14,4% das mulheres com mais de 45 anos já adotaram o estilo. E 67,1% delas gostam da ideia, que, mais que rebeldia contra os padrões de beleza, é sinal de atitude. “Estamos falando do grisalho ou branco bem cuidado, que nada tem a ver com desleixo”, diz o cabeleireiro Eron Araújo, de São Paulo.

Reprodução / etonline.com Reprodução / etonline.com

Abandonar a tintura requer dedicação. Primeiro, porque não se sabe exatamente a situação do cabelo natural. Antes de tomar toda a cabeça, os brancos formam um mosaico, não homogêneo, normalmente a partir das laterais em direção ao centro e ao topo da cabeça, até ficar branco por inteiro. “Quando as raízes já estão bem grisalhas, leva cerca de quatro a seis anos até o cabelo embranquecer de vez”, explica Bedin. Veja como lidar com esse período de transformação:

REDUZA O COMPRIMENTO
Esta é a opção mais prática e ainda evita o incômodo do contraste entre raiz e pontas. Além da questão da coloração, há diferença na textura – o fio branco costuma ser mais poroso e rebelde. Já a tintura garante um aspecto mais uniforme. São duas necessidades diferentes para um mesmo cabelo. “A vantagem é que o branco total tem charme de sobra para garantir estilo a qualquer pixie ou chanel”, diz Eron.

Caiuá Franco/TV Globo Caiuá Franco/TV Globo

AJUSTE O TOM GRADUALMENTE
Para quem prefere manter o cabelo longo, esta é a melhor solução. Frequentar o salão é essencial para disfarçar a oposição entre os tons até que a nova cor se torne dominante. “Ao longo desse período, vale tingir temporariamente regiões como o contorno do rosto, onde os brancos ficam mais evidentes, até a necessidade de retoque rarear. Outra saída é fazer mechas superclaras nos fios ainda escuros para que eles se misturem até ficarem uniformes”, sugere Eron.

NÃO TEM IDADE
O aparecimento dos brancos é determinado pela genética, que programa o fim da atividade dos melanócitos, células produtoras de pigmentos localizadas ao redor do folículo piloso. De forma geral, esse processo começa por volta dos 30 anos nos caucasianos, perto dos 40 nos orientais e por volta dos 45 nos negros. Porosidade e aumento do frizz caracterizam esses fios.

Getty Images Getty Images

ARSENAL
O uso de produtos especiais para brancos ou grisalhos, que protegem e neutralizam o efeito amarelado, é essencial para manter o brilho e o aspecto bem cuidado. “Ao menos uma vez por semana, lave com um xampu que contenha pigmento violeta para corrigir a cor”, sugere Eliodório. Sempre que sair, aplique um finalizador com proteção solar para minimizar as agressões.