Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês
Rachel Jordan Especializada em imagem, comportamento e protocolos internacionais, Rachel Jordan é consultora, instrutora, palestrante e ministra cursos e workshops por todo o Brasil sobre imagem e comportamento no ambiente profissional

Saiba como valorizar sua imagem pessoal e profissional nas redes sociais

Maior vitrine virtual do mundo contemporâneo, as redes revelam muito sobre quem somos e o que pensamos

Por Rachel Jordan - Atualizado em 14 jul 2020, 10h43 - Publicado em 14 jul 2020, 13h00

Você se recorda daquela máxima de que uma imagem pode valer mais do que mil palavras? Pois bem, saiba que essa expressão popular se encaixa como uma luva sobre o poder que as redes sociais exercem atualmente sobre nossas vidas. Maior vitrine virtual do mundo contemporâneo, as redes revelam muito sobre quem somos e o que pensamos. Para o bem ou para o mal, é através delas que passamos uma primeira impressão, seja na nossa vida pessoal ou profissional. Mais do que nunca precisamos ter atenção, cuidado e bom senso antes de fazermos qualquer post em uma de nossas redes porque, mais do que receber likes dos amigos, uma postagem inadequada pode pôr em risco a nossa imagem, principalmente a profissional.

Cada vez mais somos avaliados pela forma como nos apresentamos em nossas redes. É ali, naquele celeiro fértil de informações, que as empresas estão buscando elementos para saber se você está apto ou não a fazer parte do time ou até mesmo a permanecer nele. Já se transformou numa prática dos departamentos de RH dar aquela famosa espiadinha em nossos perfis antes de sermos chamados para uma entrevista de emprego. E quando já fazemos parte do grupo de funcionários, muitas vezes somos monitorados sobre o conteúdo que compartilhamos e ideias que defendemos. Perdemos o direito à liberdade de nos expressarmos? Não é bem assim, sabemos que tudo na vida é uma questão de bom senso e equilíbrio.

E se você é do time que não abre mão de postar aquela foto incrível do final de semana com os amigos, onde aparece bebendo e visivelmente mais alegrinha, ou numa pose mais ousada de biquini na qual algumas partes do seu corpo aparecem de forma estratégica para favorecer os melhores ângulos, avalie os riscos que isso pode ter no seu ambiente de trabalho ou na sua trajetória profissional. O ideal é que você tenha uma rede social para seus relacionamentos pessoais e outra para contatos profissionais. Você ainda pode recorrer às configurações de privacidade que as redes oferecem, assim decide o que cada um pode ver dentro do seu espaço virtual. Dessa maneira você protege a sua intimidade e demonstra inteligência emocional para gerenciar sua carreira.

Nunca se esqueça de que todo conteúdo compartilhado e curtido por você reflete o seu pensamento. Pense, por exemplo, se vale mesmo a pena iniciar um debate inútil na rede que poderá arranhar sua imagem profissional. Quando desejar se manifestar, o faça de forma inteligente. Exponha a sua opinião de maneira madura, sensata e com argumentos consistentes, sem agressividade. Essa atitude demonstra que você tem empatia para respeitar e entender o pondo de vista do outro. Muita atenção a comentários que possam parecer preconceituosos, eles podem demolir sua carreira com uma demissão inesperada ou com um veto à sua contratação.

Continua após a publicidade

Se o seu objetivo é ter um canal que reflita a sua reputação profissional de forma positiva, construa uma rede de bons contatos, com pessoas que realmente agreguem conhecimento. Escreva ou compartilhe conteúdos relevantes que valorizem sua imagem. Lembre-se: o Brasil é o segundo país do mundo onde as pessoas passam mais tempo nas redes sociais. O tempo em que essas mídias eram vistas somente como um canal de entretenimento ficou no passado. Agora é um espaço de negócios, de estratégias de carreira e de marca pessoal e profissional. Que imagem você quer passar? Pense nisso antes de postar a próxima foto ou escrever um novo post.

Separei algumas dicas que vão ajudar a manter uma boa imagem pessoal e profissional em suas redes sociais.

Fortaleça sua imagem – Use a sua rede, especialmente a profissional, como um canal de valorização de suas conquistas, para divulgar trabalhos importantes e novas competências. Caso esteja em busca de uma vaga, siga empresas de seu interesse, elas costumam postar novas oportunidades em suas páginas.

Bom senso – Evite falar mal de seu trabalho anterior ou de um chefe antigo.  Lembre-se que os recrutadores estão de olho no que você posta e nenhuma empresa quer ter em seus quadros um profissional que faz desabafos públicos sobre seu ambiente profissional. Esse comportamento pode ser visto como uma característica negativa.

Continua após a publicidade

Política e religião. Estamos vivendo uma polaridade política no país e determinadas questões podem passar uma imagem negativa. O melhor nessas horas e não se meter em uma discussão que pode terminar numa grande briga virtual. E você não quer passar a imagem de uma pessoa que não consegue manter o equilíbrio, não é mesmo? E se o assunto for religião, mantenha o radar ligado, esse também é um campo perigoso e uma palavra mal colocada pode sugerir preconceito e intolerância.

Foto do perfil – O melhor é optar por uma foto mais neutra, afinal ela funcionará como a sua marca pessoal. Antes de escolher, pense sempre se ela poderá dar margem a avaliações equivocadas sobre a pessoa ou a profissional que você é de fato. Nesse espaço profissional, as imagens de corpo inteiro são dispensáveis. Mesmo no seu perfil pessoal, muita cautela e bom senso.

Informações imprecisas – Dedique um tempo para montar o seu perfil da sua rede profissional. Preencha os campos que pedem informações relevantes de maneira clara.  Valorize os espaços sobre suas competências e atualize as novas informações sobre seu currículo. Essa rede funciona como seu cartão de visitas, então o apresente da melhor maneira que puder.

Linguagem – Não é porque você está no ambiente virtual que pode se expressar de qualquer maneira. Ao redigir um texto, cuidado com os erros de português. As empresas buscam funcionários que se expressem corretamente na linguagem verbal e escrita.

Publicidade