Conheça a história de Frankie, o gatinho com quatro orelhas e um olho

Frankie foi encontrado nos fundos de uma casa em Melbourne, na Austrália

Frankenkitten – uma mistura de Frankenstein, o monstro do famoso livro da escritora britânica Mary Shelley, com kitten (gatinho, em inglês) – é um gatinho que foi encontrado abandonado nos fundos de uma casa em Melbourne, na Austrália. Ao contrário do que o nome sugere, ele é amoroso e muito carismático.

Frankie, como é chamado, foi encontrado abandonado junto com outro filhote. Eles foram encaminhados ao abrigo Geelong Animal Welfare Society para receberem cuidados.

Os veterinários do local examinaram os gatinhos e não acharam nada de errado com um deles, mas, ao examinar Frankie, perceberam que um dos seus olhos estava infeccionado e que ele tinha quatro orelhas.

 (Instagram/Reprodução)

O irmão saudável foi enviado para adoção e Frankie continuou precisando de cuidados especiais. Os veterinários tentaram tratar do olho, mas ele precisou ser removido com cirurgia.

As quatro orelhas não causam nenhum mal ao gato e são resultado de uma alteração genética. Duas delas são de tamanho normal e as outras duas não se desenvolveram completamente. Ele também tem dentes a mais, que são removidos conforme a necessidade.

 (Instagram/Reprodução)

Depois da cirurgia, Frankie ficou sob os cuidados de Georgia Anderson, voluntária do abrigo, mas os dois se apegaram tanto que ela resolveu adotá-lo de verdade. 

Meses depois, voluntários do abrigo resgataram a mãe de Frankie da mesma casa onde ele havia sido encontrado. Quando ela chegou na clínica, os veterinários perceberam que ela estava grávida. Entre os filhotes, um também tinha quatro orelhas, assim como Frankie. Ele também foi adotado por uma voluntária do abrigo.

Frankie e seu irmão, que também nasceu com quatro orelhas

Frankie e seu irmão, que também nasceu com quatro orelhas (Instagram/Reprodução)

Leia mais: Cachorrinha é flagrada “descansando” em rede e é novo viral da internet

+ 10 itens curiosos para seu pet que você precisa conhecer

Carga mental: você se sente sobrecarregada em casa?