Velha ou vamp?

Quem escolhe o seu estilo é você!

Tenho pensado na exuberância possível nos 50+. A pele não é mais a mesma, aquele viço –o tal brilho– escureceu. Tira a roupa agora no espelho e confere. Não estou falando isso para deprimir, apenas como uma investigação do que é real.

O título da coluna de hoje é radical, mas ando vendo cada aberração! Não me venha dizer que, em tempos de empoderamento, meu corpo minhas regras, vale tudo. Não, amiga. Não vale.

Claro que se você quer sair por aí com uma calça legging branca, camisa com barriga de fora, cabelão Joelma e batom rosa shock, se joga, mas é melhor dar aquela olhadinha antes. Aprendo muito com essas blogueirinhas jovens. Uma delas deu uma dica que eu até tinha esquecido. Compra sempre suas roupas um número maior. Compra cores neutras. Abusa dos maxis colares. Caftans e vestidões salvam qualquer manequim. Sabe aquela barriguinha que não nos larga? Cinta amiga. Sinto muito, mas daqui pra frente só Spandex. Sapatilha melhor do que saltão. Maiô no lugar de biquíni. Filtro solar até na sombra. Cabelo branco combina com cores quentes. Abusa na paleta de cores. Esmalte preto é cool e tatuagem aparente está no auge. Eu prefiro as minimalistas. Mas se a sua sina é ser vamp, dá uma de Hebe gracinha. Abusa do paetê, compra aquela meia poderosa que esconde qualquer imperfeição, descolore o cabelo e vai pra vida.

Velha ou vamp, o estilo é só seu! Olha a selfie…