Unhas de gata: conheça as novas tendências de esmaltes

Os novos tons de esmaltes e os cuidados especiais para deixar as suas unhas impecáveis!

No extenso cardápio das tendências do mercado de beleza para as unhas, ganham destaque os esmaltes com tons mais escuros, arroxeados e bordôs. Para quem não abre mão dos clarinhos, vale inovar no acabamento ou no formato.

Metalizados

O brilho do metal vai além dos óbvios prata e dourado e ganha o reforço das cores preto (foto), azul, verde e até mesmo dos nudes, que conquistam brilho discreto. “É uma opção que remete ao luxo e deixa qualquer produção superatual”, diz Lívia Nottoli, pesquisadora de tendências da WGSN, em São Paulo. Use também nos detalhes. Que tal uma francesinha moderna, com pontas metálicas?

 (ThinkStock/Reprodução)

Novo Clássico

A tradicional paleta com tons de vermelho, vinho e marrom ganha uma versão mais fashionista. “Os roxos mais fechados e com pigmentos avermelhados – como o violeta e o bordô – aparecem com texturas cremosas e acabamento brilhante”, conta Patrícia Porta, educadora e coordenadora de marketing da Impala, em São Paulo. A variante mais moderninha atualiza o look de quem não abre mão de cores fortes.

 (Reprodução/)

  1. Provocation, Chanel, R$ 160.
  2. Silver, Morgan Taylor, R$ 35.
  3. Prêt-à-Porter, Forum, R$ 7,90.
  4. Vixen (570), Revlon, R$ 14,90.
  5. Cinzinha, Quem disse, Berenice?, R$ 13,90.
  6. Vacation Time, Sinful Colors, R$ 9,90.
  7. Pink Tie, Guerlain, R$ 115.
  8. Compra Compulsiva, Urbanik, R$ 6

Leia também: 9 mitos ou verdades sobre unhas postiças

Garras afiadas

As unhas stiletto – batizadas assim por causa do formato pontiagudo, que lembra um salto agulha – ganham popularidade em versões ainda bem compridas, mas com ponta levemente arredondada e mais discreta. “O segredo é lixar apenas as laterais, aos poucos, para não errar”, ensina Juliana Diniz, do salão especializado Bistrô Detrich, em São Paulo. Tons clarinhos equilibram a produção.

 (GettyImages/Reprodução)


Cuidados especiais

 (Reprodução/)

Manicure caprichada

O bom acabamento do esmalte depende principalmente da hidratação das unhas. “Se houver menos de 16% de água em sua composição, elas ficam quebradiças e mais propensas à descamação”, diz a dermatologista Natalia Cymrot, de São Paulo.

Isso pode acontecer pelo contato excessivo com água e sabão (igualzinho ao que ocorre com a pele) ou ser sintoma de anemia, deficiências nutricionais ou alterações hormonais, que interferem diretamente na superfície das unhas. Saber a origem do problema é, portanto, essencial para encontrar o tratamento certo, que pode ser tópico ou por via oral.

Leia também: Cabelo e unhas: respondemos as principais dúvidas das nossas leitoras

Força-tarefa

Bases e esmaltes com D-pantenol, óleo de melaleuca ou silício orgânico, (5. Tratamento para Unhas Fracas, La Beauté, 33 reais), poderosos hidratantes e regeneradores, restabelecem a estrutura das unhas, aumentando sua elasticidade e resistência.

Entre uma esmaltação e outra, dê um respiro de pelo menos dois dias: deixar o esmalte envelhecer sobre a unha não é nada saudável. Nessa condição, ela acaba perdendo elementos essenciais, como cálcio e queratina. Aproveite o descanso para repor a hidratação – sem esquecer as cutículas (6. Óleo Fortalecedor de Unhas e 7. Cera Nutritiva, Granado, 27 reais cada um). Já se houver um déficit nutricional, cápsulas repositoras de componentes como cisteína, biotina, zinco e ferro são boas aliadas.

Escolha certa

A cor do esmalte não interfere na saúde das unhas nem tampouco tem o poder de enfraquecê-las. O que pode fragilizá–las, no entanto, é o removedor. A pior opção, garantem os especialistas, é a acetona. Prefira os removedores sem essa substância e enriquecidos com óleos como o de argan e semente de uva ou vitamina E, potentes hidratantes que minimizam o “estrago” dos ativos químicos.

Outro erro frequente diz respeito à escolha da lixa: quanto mais suave for sua superfície, melhor (1. Lixa Acolchoada Golden Tools, Océane Femme, 18 reais). O correto é lixar sempre no mesmo sentido. Lixas elétricas (4. Lixa Pocket Power File Kiss New York, 47 reais), que funcionam em um único sentido, ajudam a evitar o movimento de vaivém, que não é recomendado.

Leia mais: Mitos e verdades sobre depilações tecnológicas

Sem alergia

Os principais culpados pelas reações na pele (coceira, inchaço e vermelhidão) são alérgenos como formaldeído, tolueno e conservantes sintéticos presentes nos esmaltes. Escolha sempre produtos livres desses ingredientes, inclusive bases (2. Base Fortalecedora, Essie, 57 reais) e extrabrilhos (3. Top Coat Modern Asia, Make B., O Boticário, 18 reais).

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s