Testamos o novo batom da Avon usado por Marta na Copa Feminina de Futebol

Vem ver o que achamos do Batom Líquido Power Stay, que tem textura matte e promete durar muito mais do que uma partida de futebol.

Mesmo eliminada antes de chegar às quartas de final, em uma partida contra a França, a Seleção Brasileira de Futebol Feminino, neste ano de Copa do Mundo, se destacou não só pela determinação e bom desempenho, mas também por ter reacendido um importante debate sobre a falta de apoio que o futebol das mulheres ainda sofre aqui no Brasil, ainda mais quando comparamos os investimentos feitos nas seleções feminina e masculina.

Melhor jogadora de futebol do mundo, atleta recordista de gols em Copas na história do futebol (ultrapassando a marca do jogador alemão Klose) e inspiração para muitas garotas que querem seguir jogando profissionalmente, Marta Vieira da Silva entrou em campo em 2019 para ser ainda mais lembrada, fazer história e falar sobre as dificuldades de ser mulher e jogar futebol.

View this post on Instagram

Nós precisamos de apoio. Mas mais do que apoio, nós precisamos de respeito. E dar valor é a melhor forma de mostrar respeito a alguém. No esporte. Na vida. Por isso a equidade é algo pelo qual todas, todos e todxs devemos lutar. E a hora de agir é AGORA. Faça o gesto de igualdade e poste marcando a nossa hashtag #GoEqual . . . We need support. But more than support, we need respect. And showing value is the best way to show someone respect. In sports. In life. That is why equity is something that we must fight for. And the time to act is NOW. Make the equality gesture and post marking our hashtag #GoEqual . . . Necesitamos apoyo. Pero más que apoyo, necesitamos respeto. Y dar valor es la mejor forma de mostrar respeto a alguien. En el deporte. En la vida. Por eso la equidad es algo por el cual todas, todos y todavia debemos luchar. Y la hora de actuar es AHORA. Hacer el gesto de la igualdad y el post que marca el hashtag #GoEqual

A post shared by Go Equal (@goequal) on

E se por um lado dessa vez ela fez questão de dispensar qualquer tipo de patrocínio nas chuteiras, ao usar um modelo que trazia apenas o símbolo rosa e azul do movimento #GoEqual, em prol da equidade de gênero no futebol, por outro ela chamou atenção ao surgir na partida contra a Itália, na qual marcou um importante gol de pênalti, usando um batom roxo da Avon, marca da qual é a atual garota-propaganda.

Leia Mais: Marta já tem mais gols em Copas do que Romário, Garrincha e Neymar juntos

A ação deu supercerto e, naquela terça-feira, Marta e seu batom ficaram entre os assuntos mais comentados do Twitter. A jogadora, que aparentemente sabe bem a quais marcas se associar, mostrou que, se uma mulher quiser, ela pode sim jogar bola ou praticar qualquer outro esporte usando maquiagem – mas se ela preferir disputar uma partida de cara limpa, tudo bem também.

https://twitter.com/liberta__depre/status/1141124800305422337?s=20

Dessa forma, em parceria com a gigante de cosméticos e ilustrando o slogan da campanha ‘Veio pra Ficar’, a atleta passou os 90 minutos de cada um de seus dois últimos jogos do torneio com diferentes versões do novo Batom Líquido Power Stay (nas cores Roxeando e Vermelhaço, respectivamente), intacto – mesmo com as movimentações em campo e o suor escorrendo pelo rosto.

O Power Stay tem efeito matte, promete 16 horas de duração em aplicação única e chega oficialmente ao folheto e e-commerce da Avon a partir do próximo dia 12 de julho (apesar de já estar em pré-venda, com entrega prevista para o dia 17).

Nós, aqui do MdeMulher, pudemos testar o produto com antecedência, a convite da marca. Vem ver quais foram as nossas considerações finais.

Textura

Aqui na redação, recebemos duas cores do Batom Líquido Power Stay: o Super Malva, mais puxado para o cor-de-rosa, e o próprio Vermelhaço, igual ao de Marta. Eu, que sou declaradamente do time batom vermelho, fiquei na zona de conforto e o escolhi para testar.

Batom da Marta na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 Avon Batom Líquido Power Stay (cor: Vermelhaço)

Batom Líquido Power Stay (cor: Vermelhaço) (Avon/Divulgação)

Logo de cara deu para perceber que o tom do batom é mais forte na embalagem do que nos lábios, pelo menos para mim. O Vermelhaço, apesar de parecer quase um vinho no pincel, quando aplicado na boca fica com um fundo um tanto rosado – mas é claro que isso muda de pessoa para pessoa.

Batom da Marta na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 Avon Ponto extra para o pincel do batom, que desliza bem na boca e facilita os retoques

Ponto extra para o pincel do batom, que desliza bem na boca e facilita os retoques (Ketlyn Araujo/Acervo pessoal)

Outra coisa que notei é que, em comparação a outros batons matte disponíveis no mercado, ele é um pouquinho grudento e difícil de se acostumar logo de início, demorando mais para secar. No fim das contas, a textura mais cremosa não é um problema, e acaba sendo uma vantagem. Já usei diversos batons líquidos que secam rápido demais quando aderem ao lábio, o que dificulta na hora de aplicar o produto de maneira tranquila, sem correr o risco de borrá-lo.

Batom da Marta na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 Avon Zero filtro para mostrar que a cor, por aqui, ficou vermelha com fundo mais rosado – diferente da embalagem!

Zero filtro para mostrar que a cor, por aqui, ficou vermelha com fundo mais rosado – diferente da embalagem! (Ketlyn Araujo/Acervo pessoal)

Exatamente por ser ‘grudento’ e ter essa fórmula flexível, a aplicação é simples e, de maneira geral, a boca permanece hidratada ao longo do dia – evitando aquele aspecto ressecado ou esfarelado, bem comum em vários produtos da categoria matte.

Durabilidade e fixação

Talvez esta seja a categoria mais importante desta lista, afinal o que faz ou não um batom de longa duração valer a pena é, obviamente, quanto tempo ele permanece nos lábios sem ser necessário reaplicá-lo repetidas vezes ao longo do dia. O Power Stay prometia 16 horas de fixação e, bem, podemos dizer que ele realmente dura horrores, mas com algumas ressalvas.

Batom da Marta na Copa do Mundo de Futebol Feminino 2019 Avon

 (Avon/Divulgação)

Apliquei uma camada generosa do batom logo antes de sair de casa para o trabalho, lá pelas oito horas da manhã – se você quiser que ele dure mesmo, vale a dica de não economizar no produto na hora de passá-lo. Fiz o meu trajeto habitual, cheguei na redação, bebi água repetidas vezes (e o batom transferiu só um pouquinho para a boca do copo) e só fui reaplicá-lo algum tempo após o almoço, perto das quatro da tarde.

Nesse intervalo, almocei, comi um pedaço de bolo de chocolate com bastante recheio, limpei a boca com guardanapo e escovei os dentes, sem passar o batom de novo. A fixação é ótima, mas é quase impossível que a cor não transfira para outras superfícies, ou que ela se mantenha 100% intacta e uniforme. O produto foi ficando mais fraco no centro dos lábios, principalmente dos inferiores, e também no arco do cupido.

Depois da segunda aplicação, porém, boas notícias. O batom fixou de vez e até as onze horas da noite, que foi quando o removi com auxílio de lenços demaquilantes, ele não tinha borrado e nem perdido a cor.

Ou seja, o produto dura mesmo as 16 horas prometidas – e até mais do que isso -, mas exige mais de uma aplicação para tal.

Como já citei, a meu ver a maior vantagem do Power Stay em comparação a outros batons líquidos com acabamento matte é que ele preserva a hidratação natural dos lábios. Claro que depois de removê-lo com o demaquilante de sua preferência, é recomendável passar uma camada de hidratante ou balm labial, até porque esfregar a boca é sempre um processo agressivo.

Ah! O mesmo vale para quem tem lábios extremamente ressecados ou para dias frios que deixam as ‘pelinhas’ dos lábios mais soltas – passar o hidratante logo antes do batom matte, por outro lado, dá um efeito menos fosco e é dica valiosa para a vida de quem sofre com uma boca seca!

Custo x benefício

Com uma cartela variada de dez tons, entre vermelhos, rosas, roxos e marrons, o Batom Líquido Power Stay sai pelo valor de R$ 34,99. O preço sugerido é justo pelo que o produto oferece, e ele acaba sendo uma boa alternativa para quem procura por um batom matte acessível e mais hidratante. Mesmo não sendo uma atleta como Marta, posso dizer que o investimento é válido, já que ele dura, sim, bem mais do que uma partida de futebol.