Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

P, M ou G? Aproveite o melhor deles

O tamanho do pênis pode, sim, influenciar na qualidade da transa. Mas calma: há como adaptar-se às diferenças

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 21 jan 2020, 09h05 - Publicado em 18 mar 2009, 21h00

O tamanho do pênis ainda preocupa muitos homens
Foto: Dreamstime

O clima esquentou, os beijos ficaram mais intensos e as roupas cada vez menos necessárias. E agora? Você certamente já pensou no assunto. Ou melhor: na forma, no diâmetro, no comprimento… Afinal, nenhum pênis é igual ao outro! A questão é: como lidar com o que lhe é apresentado?

Assim como alguns homens têm tara por seios fartos, certas mulheres gostam da sensação de serem penetradas por um órgão grande. Obviamente, da mesma forma que, apaixonados, eles tendem a esquecer o pouco busto da amada, as mulheres, quando satisfeitas, também relevam o tamanho do pênis do parceiro. Até porque, muitas vezes, um membro grande pode machucá-la. E o que há a favor dos pequenos? Eles tendem a ser mais rígidos que os grandes!

Prazer em conhecê-lo

Um pênis flácido normal tem de 5 cm a 10 cm de comprimento (mede-se desde o ponto em que ele se encontra com o corpo – e não com a pele – até a extremidade da glande). Ereto, o tamanho considerado normal vai de 7 cm a 18 cm, com uma circunferência que varia de 6 cm a 15 cm. Os menores, embora considerados pequenos, não são necessariamente sinônimos de anormalidade ou falta de prazer à mulher. Muitas moças cujos parceiros têm pênis com menos de 7 cm dizem que uma boa preliminar supre o tamanho. 

• O tamanho durante a flacidez não determina o da ereção. Quando ereto, um pênis aumenta de 2 cm a 5 cm. Ou seja, ele pode medir 10 cm quando flácido e só crescer 2 cm depois de estimulado.

• Ansiedade e frio podem, de fato, retrair e enrugar o pênis, diminuindo seu tamanho!

• Uma recente pesquisa britânica provou que o tamanho do pé de um homem em nada tem a ver com o comprimento de seu pênis.

Continua após a publicidade
Publicidade