Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

#ViolênciaNunca: a importância de lutar mesmo nos momentos mais difíceis

Assista aos depoimentos da campanha

Por Ligia Helena - Atualizado em 21 jan 2020, 08h52 - Publicado em 21 jun 2016, 05h51

O massacre em Orlando, na boate LGBT Pulse, ainda não saiu de nossas cabeças. Mais de uma semana depois, é difícil aceitar que 49 pessoas morreram e 53 foram feridas em um ataque que foi, sim, homofóbico. Um ataque à liberdade de ser quem você quiser ser e amar quem você bem entender. Um direito que deveria ser tão básico e fundamental, mas mesmo em 2016, mesmo em países desenvolvidos e democráticos, ainda não é. 

O M/Trends convidou algumas mulheres para darem seus depoimentos sobre as dificuldades que elas enfrentam para poderem ser quem são e amarem quem bem entendem. Recebemos vídeos lindos e comoventes. Em comum, todas concordam que nenhuma violência se justifica, e que o amor é livre demais para quererem impor tantas regras. 

Convidamos vocês a assistirem os vídeos e publicarem os seus, usando a hashtag #ViolênciaNunca:

  

Publicidade