Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Saiba como é o primeiro parque aquático certificado para receber autistas

Um guia sensorial e uma sala de descanso com poucos estímulos são alguns dos diferenciais do complexo aquático.

Por Fernanda Tsuji - Atualizado em 16 jan 2020, 01h23 - Publicado em 1 fev 2019, 17h58

Ninguém duvida que Orlando, na Flórida, é mesmo o maior complexo de diversão do mundo. E agora conta com uma opção inclusiva para crianças autistas. O Aquatica Orlando, que faz parte do complexo SeaWorld, ganhou um certificado que o aprova como o primeiro parque preparado para receber crianças com o transtorno de espectro do autismo. O título foi concedido pelo IBCCES (International Board of Credentialing and Continuing Education Standards), organização que padroniza e regulamenta áreas da saúde, educação e ambiente corporativo para as necessidades de pessoas com deficiências cognitivas.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Race over to #AquaticaOrlando for a little fun in the sun! ☀️

A post shared by Aquatica Orlando (@aquaticaorlando) on

Continua após a publicidade

No parque, além de funcionários treinados para lidar com autistas, um dos benefícios que os pais encontram é um guia sensorial em cada brinquedo, que indica o nível de interação por toque, som, visão, sabor e estímulos olfativos.

Numa escala de 1 a 10, os pais ficam sabendo antes de entrar na atração se ela tem baixo ou alto estímulo sensorial e, assim, conseguem prever a reação dos pequenos. A ideia não é limitar o acesso das crianças, mas dar informações para que os pais decidam quais atrações os filhos irão aproveitar melhor.

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Choose Thy Fate! #omakarocka #aquaticaorlando #thursdayfeels #orlando #waterpark #seaworld

A post shared by Aquatica Orlando (@aquaticaorlando) on

Outro diferencial é uma sala mais reservada, com poucos estímulos sensoriais, em que a criança pode descansar do agito do parque. Antes de visitar o lugar, os pais podem fazer um download aqui, de um guia pensado para ajudar uma melhor experiência no parque. Uma boa iniciativa, né?

Publicidade