Ritmos complementares: como o mindfulness pode ajudar na corrida

A consciência de seus passos e de seu corpo durante a atividade física traz benefícios para todas as áreas de sua vida.

A atenção plena no momento presente defendida pelo mindfulness pode ser aplicada em diversas áreas da vida, inclusive nas de ritmo acelerado, como a prática de corrida. Quem é adepta desta atividade física pode melhorar o desempenho – físico e mental – dia após dia apenas se permitindo ouvir e sentir o próprio corpo. “A corrida é um excelente esporte cardiovascular e meditativo”, defende a terapeuta holística e mestre de yoga Vanessa Kryss.

Atenção nos passos e na respiração

É muito comum aproveitar o tempo dos exercícios físicos para pensar em soluções para os problemas. Comum, mas não ideal; o legal é utilizar estes minutos para trabalhar a autopercepção.

Começar é simples. “Uma boa técnica é focar nos passos, no toque do calcanhar no chão, no movimento dos braços”, explica Aline Marra, master coach e master trainer da Febracis. Ela também orienta que se trabalhe o ouvir: “Muita gente corre com música, e isso tira a atenção do estado presente. Pode dar um ânimo maior, mas dificulta ouvir as batidas do seu coração, os pássaros, o vento. Sentir o momento presente por meio da audição é importante também.”

Vanessa sugere que, por meio da respiração, seja feita uma preparação para este momento. Inspirar e expirar no mesmo intervalo de tempo, evitar se apegar a pensamentos. Ficar nesse estado por alguns minutos, alongar um pouco o corpo e então iniciar a corrida.

“A cada novo pensamento, bom ou ruim, que vier, lembre de voltar a atenção para o ritmo da respiração”, afirma. “Desta forma, conseguimos nos manter conectados com o nosso interior”, complementa a terapeuta.

Então é isto: sempre que a mente se apegar a qualquer coisa, volte a atenção para a respiração e para os passos. É infalível!

Mais concentração, menos estresse

Os benefícios são muitos. O primeiro que Aline destaca é a calma conquistada em plena corrida: “Isso gera uma regulação emocional muito maior. Logo, o desempenho na corrida é melhor tanto física quanto mentalmente.”

A repercussão aparece no dia a dia. Com mais tranquilidade, segundo a master trainer, você chega a uma paciência muito maior e consegue lidar melhor com as pessoas, com as finanças e até com mozão ou mozona.

Além disso, Vanessa ressalta que a corrida aliada ao mindfulness alivia o estresse (pois os níveis de cortisol são reduzidos), melhora a concentração e a memória. “Antes de correr, o mundo pode parecer estar caindo. Ao focar na respiração e esvaziar a cabeça durante a corrida, se conectando com a presença, tudo muda no final da atividade. Os problemas parecem menores e as resoluções, mais possíveis. A vida fica mais bela e inteira”, conclui.