Queria tanto fazer um curso, mas cadê tempo… Como as pessoas conseguem?

Para nossa colunista Cynthia de Almeida, o segredo está em se organizar e saber priorizar. Confira!

Queria tanto fazer um curso, mas faltam horas no meu dia: sinto que não rendo no trabalho e me divido em um milhão de tarefas. Como as pessoas conseguem?

A gente consegue fazer mais e melhores coisas no mesmo intervalo de tempo quando começa a organizar nossa vida. Pense na mala do fim de semana: terá que dobrar ou enrolar muito bem suas camisetas e calças para “fazer caber” tudo o que você quer levar. Se, mesmo assim, alguma coisa ficar para fora, vai ter que repensar suas prioridades. Deixar para trás alguma coisa para garantir o espaço de uma peça indispensável, tipo a jaqueta que você quer muito. Parece uma comparação infantil, mas é eficiente para recuperarmos um pouco da noção analógica de tempo quando a gente já raciocina digital. No mundo digital, você sabe, há a ilusão de que cabem mais coisas no mesmo espaço porque a gente acha que fazer mais de uma ao mesmo tempo opera o milagre de esticá-lo. Só que não. Na falta da mágica, pense na mala e priorize. Faça caber no seu dia e na sua vida, o que acha mesmo importante. Esse é um exercício e tanto, uma decisão nada fácil, mas fundamental para o autoconhecimento. Além de “colocar na mala” o que realmente vai tornar sua viagem melhor e aprender a descartar o que não ajuda, há outra dica essencial, de uma estudiosa do assunto de que eu gosto muito, a filósofa Dulce Magalhães (autora de Superdicas para Administrar o Tempo e Aproveitar Melhor a Vida, recomendo!): concentre esforços. “Temos uma determinada quantidade de energia para aplicar na vida. Essa quantidade não se modifica.” Escolha bem onde vai colocar a sua.

Cynthia de Almeida é colunista de CLAUDIA e escreve aqui no site toda terça-feira. Mande sua dúvida para ela!