Clique e assine com até 75% de desconto

Pequenas reformas: transformações práticas que vão mudar a cara do seu lar

Especialistas sugerem mudanças rápidas, baratas e que não exigem reforma, mas que terão mais impacto do que você imagina

Por Redação CLAUDIA Atualizado em 28 out 2016, 07h19 - Publicado em 29 jan 2016, 09h38

Adicionar cor ao ambiente muda a personalidade de maneira instantânea. A tendência para 2016 é cobrir as paredes de tons pastel: “São sutis e fáceis de combinar”, explica a designer de interiores Felicitas Piñeiro, de São Paulo. Outra alternativa – e que pode ser feita sem ajuda profissional – é aplicar tecidos ou papéis de parede. Algumas marcas disponibilizam os produtos em forma de adesivo, inclusive. Quer uma mudança imediata? Pinte os batentes das portas e janelas ou utilize molduras de madeira nas paredes, criando um clima retrô: “Essa é perfeita para quem tem gosto mais clássico”, diz a arquiteta Brunete Fraccaroli, de São Paulo.

Great Stock / living 4 media
Great Stock / living 4 media

 

As cores também fazem diferença nos móveis, que não precisam mais ter o mesmo acabamento. Além de colorir, a tinta aumenta a durabilidade. Se for em spray, a aplicação é ainda mais prática. Se a estrutura do armário está boa, mas você cansou da aparência dele, uma solução é trocar os puxadores por outros mais estilosos. “Você também pode remover as portas e usar só as prateleiras, o que dá sensação de amplitude”, diz a arquiteta Barbara Gomes, do Studio 011, em São Paulo. Só tome cuidado para deixar os utensílios arrumados e exibir, de preferência, os mais bonitos.



Great Stock / living 4 media
Great Stock / living 4 media

A iluminação tem o poder de ditar o clima do ambiente. No quarto, por exemplo, vale recorrer a lâmpadas de tom âmbar e luzes baixas, que promovem relaxamento. Outra ideia que dá o mesmo efeito é trocar a cúpula de um abajur antigo por uma de tecido mais grosso ou colorido. Se quiser versatilidade, instale dimers, que permitem regular a intensidade da luz.

Levi Mendes
Levi Mendes

Continua após a publicidade

Não é porque você mora em apartamento ou em uma casa sem quintal que precisa abrir mão do verde. Crie um jardim ou uma horta com vasinhos. Eles abrigam flores e também ingredientes frescos que vão direto para a cozinha. Dá para plantar manjericão, hortelã e até tomatinhos-cereja. Use estantes de metal ou de madeira mais forte, do tipo compensado naval, e não dispense o verniz para que seu cantinho resista à umidade por mais tempo.

 

Great Stock / living 4 media
Great Stock / living 4 media

 

Peça central da sala, o sofá também pode ganhar novos ares sem reformas caras. O segredo está nas almofadas. A tendência é misturar cores e estampas. A combinação fica fácil se um mesmo tom se repetir em todas ou se for trabalhada uma paleta complementar. “Dependendo do tamanho do móvel, use de cinco a sete peças”, recomenda a arquiteta Sarah Bonanno, da Tria Arquitetura, em São Paulo. Avalie as almofadas que você já tem em casa: se o enchimento estiver em bom estado, troque apenas a capa.

Acrescentar tecidos ao ambiente aumenta a sensação de conforto – isso vale para colchas, tapetes e até cortinas. Em todos esses casos, as estampas costumam ser mais discretas para não sobrecarregar a decoração. “Depende de onde você quer colocar o foco. Dá para optar pelo tapete grandão, cheio de personalidade, mas ele será a estrela e o restante seguirá uma linha sóbria”, explica a arquiteta Flávia Gerab, de São Paulo.

 

 

Continua após a publicidade
Publicidade