Olimpíadas de Tóquio 2020: quanto você precisa economizar para ir?

Já com saudade dos Jogos Olímpicos? Fizemos as contas para ver se dá para ir para Tóquio daqui 4 anos.

Antes mesmo de apagarem cruelmente a chama olímpica na noite de domingo (21) já tinha gente fazendo as contas para saber quanto custaria ir para Tóquio em 2020. Se as Olimpíadas no Brasil foram inesquecíveis, imagina como vai ser na capital futurista do Japão? Anote na agenda: os jogos vão acontecer entre os dias 24 de julho e 9 de agosto de 2020.

Divulgação Divulgação

Divulgação (/)

Para começo de conversa, os brasileiros que viajam ao Japão precisam tirar visto. Mas pode deixar essa tarefa para 2020 mesmo: o documento tem validade de apenas 3 meses. Atualmente, a taxa de emissão do visto é de R$ 79, e há ainda uma taxa de serviço de R$ 161, totalizando R$ 240.

O preço da passagem aérea para Tóquio pode variar bastante, dependendo de onde você mora e qual caminho você vai fazer. Não existem voos diretos do Brasil para o Japão, e você pode fazer conexões em lugares tão diversos quanto Los Angeles, Istambul ou Dubai, dependendo da companhia aérea escolhida. (Infelizmente ainda não dá para chegar lá via cano do Super Mario).

Reprodução Reprodução

Reprodução (/)

Uma rápida pesquisa no Google Flights mostra que o voo mais barato de São Paulo para o Japão, hoje, é da Air Canada, com conexão em Toronto. A viagem dura singelas 31 horas e meia na ida e 28 horas na volta (contando com as esperas no aeroporto). O preço? R$ 2.475.

A hospedagem em Tóquio também pode variar bastante, dependendo do seu nível de exigência com conforto e luxo. De acordo com o site Price of Travel, que faz levantamentos do custo de viajar para lugares do mundo todo, os hotéis de 1 estrela em Tóquio tem diárias a partir de US$ 24,93, o que dá R$ 80,27 na cotação atual.

Se você topar ficar em albergue, uma cama pode custar a partir de US$ 23,93, ou R$ 77,05 na cotação atual.  Se você for ficar em Tóquio durante os 16 dias das Olimpíadas, a hospedagem mais baratinha vai custar R$ 1232,87.

O Price of Travel, aliás, fez um levantamento de quanto custaria um dia de mochilão em 136 cidades do mundo. O que entra na conta é: 1 cama em um hostel bom e barato; 3 refeições baratas; 2 passagens de transporte público; 1 atração cultural paga; 3 cervejas baratas (não podia faltar!). Em Tóquio esse pacote custa US$ 70,06 por dia, ou R$ 225,59 na cotação de hoje.  Em dezesseis dias, portanto, R$ 3609,49.

Que mais? Imaginamos que, se você vai atravessar o mundo para assistir às Olimpíadas em Tóquio, terá de comprar alguns ingressos para as competições. Vamos tomar como base o preço que foi cobrado aqui no Brasil: prepare-se para gastar de R$ 40 (os piores lugares em esportes como Maratona Aquática) até R$ 4600 (o melhor lugar da cerimônia de abertura). O ingresso mais barato da final do vôlei, por exemplo, esporte em que tradicionalmente chegamos a disputar medalha, custava R$ 350. Considerando que nos 16 dias de competições você queira assistir a 10 eventos, podemos calcular um gasto de R$ 3500 em ingressos.

Tom Pennington / Getty Images Tom Pennington / Getty Images

Tom Pennington / Getty Images (/)

Então vamos lá: 240 do visto + 2475 do avião + 3609,49 de hospedagem, alimentação e transporte + 3500  de ingressos = R$ 9824,49.

Parece muito, mas se você começar ~hoje~, até lá tem 47 longos meses para economizar. Juntando R$ 209,03 todos os meses (ou R$ 6,96 por dia), você chega a esse valor em julho de 2020. Mas temos que considerar duas coisas: a inflação e a possibilidade de colocar esse dinheiro para render. Nossa dica: procure a gerente do seu banco e peça para que ela te ajude a escolher o melhor investimento para seu objetivo Tóquio 2020. Boa sorte! wink