Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Mulher espancada consegue gravar áudio da briga com namorado e ele é preso

O caso aconteceu na Flórida e o mineiro Erick Bretz terá que responder ao processo nos Estados Unidos, mesmo se pagar a fiança de 240 mil reais.

Por Júlia Warken Atualizado em 16 jan 2020, 08h39 - Publicado em 26 set 2018, 12h31

“Quando eu pedir para ver [o seu celular] você me dá. Você não aceita o homem que tem mais dominância do que você. Você não aceita, você acha que é o homem da relação. Mas você não é, você é uma mulher, véi, tem que aceitar isso”. Foram essas as palavras que Melissa Gentz, de 22 anos, ouviu do namorado Erick Bretz, de 25, ao ser espancada por ele no último domingo (23). 

Os dois são mineiros e moram na Flórida, onde a agressão aconteceu. O áudio mostra que a briga começou pois Erick obrigou a namorada a mostrar o celular dela. Melissa conseguiu gravar o áudio de parte da briga.

“Ele apertava o meu rosto, chutou o meu rosto, me puxou pelos cabelos pelo apartamento. Ele bateu a minha cara no chão”, contou Melissa ao G1. Ela também relata que trancou-se no banheiro para fugir, mas o homem conseguiu arrombar a porta. Nesse momento, Melissa entregou a ele o celular a fim de sair correndo para a portaria do prédio. 

Ela foi encaminhada ao hospital e depois prestou queixa na delegacia. Enquanto isso, Erick dormia no apartamento dos dois e Melissa chegou lá acompanhada por policiais. O agressor recebeu voz de prisão na mesma hora.

Para não ficar preso, Erick terá que pagar uma fiança de 60 mil dólares – o equivalente a cerca de 240 mil reais. Mesmo que desembolse esse dinheiro, ele terá que entregar o passaporte para responder ao processo nos Estados Unidos.

Através do Instagram, Melissa resolveu contar sua história para encorajar outras mulheres que também são vítimas de violência doméstica. “Eu peço que TODAS as mulheres possam ter força e coragem para terminar relacionamentos abusivos como o meu último. Começou com reclamações das minhas fotos no Instagram, depois dos comentários nas fotos, mensagens que eu recebia no WhatsApp… até que ele me pegou pelo cabelo e disse que eu precisava aceitar minha realidade porque eu era a mulher da relação”, diz ela em um dos posts. 

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Estou repostando essa foto porque o ex namorado deletou ela sem eu ver. Ele disse que mulher com namorado não podia ter foto “mostrando os seios” no Instagram. Eu peço que TODAS as mulheres possam ter força e coragem para terminar relacionamentos abusivos como o meu último. Começou com reclamações das minhas fotos no Instagram, depois dos comentários nas fotos, mensagens que eu recebia no Whatsapp… até que ele me pegou pelo cabelo disse que eu precisava aceitar minha realidade porque eu era a mulher da relação. Um homem que te trata assim não te respeita e não te vê como ser humano. Ele não vai mudar. Se coloque em primeiro lugar sempre antes que seja tarde demais. 🌸💓🌷 I am reposting this picture because my ex-boyfriend deleted it without my consent. He told me that women with boyfriends could not have pictures “showing their breasts”. I am asking ALL Women to have the strength and courage to end abusive relationships like my last one was. It all started with complaints about my Instagram photos, then about comments on the photos…to text messages that I received on my phone… There came the day in which he grabbed me by my hair and told me that I had to accept my reality because I was the woman in the relationship. A man that treats you like this does not respect you or see you as a human being. He is not going to change. Always put yourself in first place… before it is too late.

A post shared by 𝐌.𝐋.𝐆 (@melissalgentz) on

View this post on Instagram

Continua após a publicidade

Sabe como temos um lado do nosso rosto que geralmente gostamos mais? Eu gosto do meu lado esquerdo, infelizmente o lado que foi mais marcado pela violência. Hoje foi o primeiro dia que resolvi passar rímel e blush no lado direito do meu rosto. Não vou esconder as marcas da minha história porque NENHUMA mulher precisa ter vergonha ou se sentir culpada por ter sido violentada. 🌷🌸💓 You know how we usually have a side of our face that we prefer more than the other? I like my left side. Unfortunately, it’s the side that was severely bruised by violence. Today was the first day in which I felt like passing some mascara and blush on the right side of my face… I won’t hide the marks of my story because NO woman should feel ashamed of feel blamed for being a victim of domestic violence.

A post shared by 𝐌.𝐋.𝐆 (@melissalgentz) on

Continua após a publicidade
Publicidade