Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Minha filha não é mais virgem. E agora?

Saiba como reagir quando souber que sua filha já tem vida sexual ativa

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 21 jan 2020, 01h27 - Publicado em 19 abr 2010, 21h00

”Não adianta reprimir sua filha ou 
fingir que não está acontecendo nada” 
Sylvia Marzano, terapeuta
Foto: Getty Images

De repente, você se dá conta de que sua filha – aquela menininha meiga que gostava tanto de brincar de bonecas – cresceu. E já faz sexo! Ai ai ai… Como reagir?

Primeira providência: não perca a cabeça. ”Não adianta reprimir ou fingir que não está acontecendo nada”, observa a terapeuta sexual Sylvia Marzano. Nessa hora, o ideal é respirar fundo e se preparar para ter uma boa conversa com ela. Aqui, ajudamos você a organizar esse papo.

1. Existe idade certa para a 
primeira vez?

Não, mas isso tem acontecido entre 15 e 16 anos. Muitas jovens têm a primeira relação só para mostrar que não são ”atrasadas” – e se arrependem depois. A hora certa é quando ela se sentir preparada.

Continua após a publicidade

2. O que faço se minha filha não for mais virgem?
Converse. Pergunte se ela já se sentia preparada, como se preveniu contra uma gravidez ou doenças sexuais, se gostava do rapaz e se você poderia ajudá-la. Deixe-a confortável para falar.

3. E se ela não quiser conversar sobre isso?
Não exija que ela se abra. Mas diga que você pode levá-la a um médico, se ela quiser. O fato de você se mostrar interessada pelo assunto mostra à sua filha que você respeita o amadurecimento dela.

4. Se ela ficar malfalada, o que faço?
Explique a ela que a vida sexual de qualquer pessoa é uma questão muito íntima e não deve ser compartilhada com todo mundo. Caso contrário, ela pode virar alvo de fofocas ou comentários maldosos.

5. A primeira vez dela não foi legal. Como ajudá-la?
Você só vai poder ajudá-la se ela pedir auxílio. Nesse caso, o melhor remédio é dar colo, além de conselhos amigos. Ao aceitar sua filha sem culpá-la, você a faz sentir-se amada.

Continua após a publicidade

6. Devo falar com o namorado dela?
Não, isso pode criar muitos constrangimentos. Respeite a privacidade e a relação do casal. É bom falar sobre métodos contraceptivos, mas converse com sua filha e deixe o parceiro dela fora do papo.

7. O que devo dizer para filhos homens?
Eles devem receber as mesmas orientações que as meninas. Ainda hoje, muita gente acredita que o homem é o único responsável por dar prazer à mulher e, por isso, deve ter várias experiências sexuais para se aprimorar. Mas isso não passa de um mito. O rapaz também tem muitas dúvidas e precisa da orientação dos pais.

Publicidade