CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Meu filho de 8 anos passou no vestibular

Deixaram o João Victor se inscrever, prestar a prova, pagar matrícula e o barraram no primeiro dia de aula

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 12h30 - Publicado em 28 out 2008, 21h00

João Victor passou no vestibular de direito e quer ser juiz federal
Foto: Arquivo pessoal

Há dois anos, quando o meu filho João Victor tinha 6, ele disse que gostaria de ser juiz. No começo de 2008 ele voltou a falar no assunto e, dessa vez, especificou: “Pai, quero ser juiz federal porque inspira respeito”. Como sempre, falei com o meu filho como se falasse com um adulto: “Só tem um jeito de você se tornar juiz, meu filho. Tem que fazer faculdade de direito e depois prestar concurso”. Ele queria saber mais e eu expliquei. “Você tem que estudar e prestar vestibular”.

Mal acabei de falar, ele entrou na internet e viu tudo que precisava para prestar o tal vestibular no mesmo lugar onde eu estudava. Ele me pediu que o levasse no dia da prova, eu não podia. Ele então pediu à mãe, mas ela ficou com medo de ver o filho barrado na hora. Insistente, o João pediu que o meu pai o levasse. E o avô levou, com todo orgulho.

Eu estava no sétimo semestre de direito da Unip, Universidade Paulista, em Goiânia. Nunca tinha feito uma faculdade antes e achei que deveria dar esse bom exemplo ao meu filho, por isso entrei. Na época não fiz cursinho, só peguei algumas apostilas com as questões que tinham caído no ano anterior e estudei.

Continua após a publicidade
Publicidade