Menino autista escreve poema encantador sobre ser singular

Benjamin Giroux, de 10 anos, recebeu milhares de mensagens de apoio nas redes sociais

Em abril, celebra-se o Mês Nacional da Poesia nos Estados Unidos. Para marcar a data, a professora de Benjamin Giroux, da Cumberland Head Elementary School em Plattsburgh, Nova York, deu uma tarefa a sua classe da quinta série: cada aluno deveria escrever um poema sobre si mesmo, começando os versos com a sentença “I am” – ‘eu sou’, em inglês.

Benjamin Giroux, de 10 anos de idade, tem síndrome de Asperger – uma forma de autismo. Costuma conversar pouco, mas ficou bastante ansioso para começar a escrever o seu poema e, quando terminou, imediatamente mostrou as pais, que se surpreenderam com o resultado.

O poema começa dizendo “I am odd, I am new” – ‘eu sou singular, eu sou novo’. Em outros versos, ele diz ‘Eu tento me encaixar/ Espero que um dia eu consiga’ e ‘Eu choro quando as pessoas riem, isso me faz encolher’.

No dia seguinte, os alunos leriam os poemas para a classe. Diante do nervosismo, Benjamin não conseguiu ir à aula. Ele achou que seu poema não estava bom, então seu pai decidiu postar uma foto do que o menino escreveu em sua página no Facebook, para, quem sabe, receber curtidas e mensagens de apoio dos amigos e familiares.

A surpresa foi que a  Associação Nacional de Autismo viu a foto e compartilhou em sua página, recebendo milhares de respostas de estranhos dizendo o quanto o poema foi capaz de as inspirar.

 

 

Em tradução livre:

Eu sou singular, eu sou novo

Eu gostaria de saber se você é também

Eu ouço vozes no ar

Eu vejo que você não, e isso não parece justo

Eu gostaria de não me sentir triste

Eu sou singular, eu sou novo

Eu finjo que você também é

Eu me sinto como um menino no espaço sideral

Eu toco as estrelas e me sinto fora de lugar

Eu me preocupo com o que os outros podem pensar

Eu choro quando as pessoas riem, isso me faz encolher

Eu sou singular, eu sou novo

Eu entendo agora que você também é

Eu digo ‘Eu me sinto como um rejeitado’

Eu sonho com o dia em que isso será ok

Eu tento me encaixar

Eu espero conseguir um dia

Eu sou singular, eu sou novo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s