Mães contam como economizaram na festinha da criança

Está pensando em organizar uma festinha de aniversário para seu filho? Mãe experientes dão dicas para você economizar nos preparativos.

Renata mudou o horário da festa

Ano passado comemorei o aniversário do Pedro de manhã. Um café em casa, com frutas, bolo, sanduíche de queijo, sucos e chocolate frio (tudo caseiro). Foi uma farra! Contratei uma pessoa para fazer pintura com tintas e coloquei vários brinquedos, do meu filho mesmo, no jardim. Tenho uma amiga que faz decoração e, para quem não quer pagar uma fortuna, ela aluga kits de festas anteriores. Escolhi um com o tema do filme Aviões e aproveitei personagens que já tínhamos. Para a lembrancinha, fui ao centro da cidade e comprei uns aviõezinhos de plástico lindos, do tipo aeromodelo, que custaram baratinho e todos adoraram.

Renata Thompson, mãe de Pedro, 3 anos, é fotógrafa e mora em São Paulo

Maria Eugênia faz uma comemoração só

Sou mãe de dois meninos, o Bernardo e o Gabriel. Para economizar, eu faço a festa deles sempre junta. Normalmente em junho, já que um é de maio e o outro de julho. Como os convidados são os mesmos, acabo poupando mais do que se fizesse em datas separadas. Outra opção é organizar uma festa bem caseira. Eu monto a mesa, as lembrancinhas e contrato duas funcionárias para me ajudar. Uma ideia ainda mais barata é a que usei no ano passado. Levei seis amigos do meu caçula ao cinema. Pipocas, refris e docinhos inclusos. Depois viemos para casa e eles comeram o bolo (caseiro também). Amaram!

Maria Eugênia Cunha, mãe de Bernardo, 8 anos, e Gabriel, 6, é produtora e mora em São Paulo

Patrizia celebra em casa

Na época em que meus três filhos eram pequenos, as festas em casa não estavam em alta como hoje e, mesmo assim, optei várias vezes por comemorar dessa forma. Foram almoços feitos por mim, com a ajuda da minha funcionária. Brigadeiro caseiro e alguns enfeites com bexigas, sem muita frescura. Costumava chamar os professores de atividades do clube, que, de maneira lúdica, recriavam jogos no nosso jardim. O custo era baixo e o cardápio enxuto, porém muito gostoso. Nada como um bom molho de macarrão feito em casa!

Patrizia Tommasini Coelho, mãe de Marco Fabio, 14 anos, Stefano, 11, e Sofia, 8, é advogada e mora em São Paulo

Tatiana se inspira em ideias da internet

Eu mesma faço todas as festinhas do Pedro e da Ana. Já usamos temas como futebol, piquenique, Lalaloopsy, Minecraft, Barbie… Para economizar, tento decorar com os brinquedos que as crianças têm. Olho ideias na internet para me inspirar e fazer as comidinhas, as lembranças, a decoração e… mão na massa! Geralmente, as coisas já comercializadas nós conseguimos fazer. Tendo computador, impressora e máquina de costura, dá para produzir uma festinha maravilhosa.

Tatiana Lobeto Miyamoto, mãe de Pedro, 8 anos, e Ana, 6, é professora e tradutora e mora em São Paulo

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s