Livros que ajudam a aflorar a compaixão

O termo antigo, que remete à Bíblia, à misericórdia e ao perdão, vem despertando o interesse de muita gente

A compaixão, um termo antigo, que remete à Bíblia, à misericórdia e ao perdão, vem despertando o interesse de muita gente. Só na universidade americana Stanford, uma das mais prestigiadas do mundo, há um programa de oito semanas para cultivar o sentimento. Porém, se você não tem a oportunidade de ir aos Estados Unidos para fazer um curso de compaixão, não se preocupe: há muitos livros sobre o tema para o público leigo.

A Revolução do Altruísmo, Matthieu Ricard (Palas Athena, R$ 95)

No título, o monge budista Matthieu Ricard propõe um encontro transdisciplinar por meio do rigor científico e de sua experiência pessoa sobre a natureza humana. Nos últimos trinta anos, pesquisas no campo da psicologia, biologia evolutiva, economia e neurociência mostram que todos sentem, em diferentes graus, vontade para com nossos semelhantes – apesar de muitas vezes o ser humano demostrar seu individualismo e cinismo.

Leia mais: Perdoar é difícil, mas essa atitude pode melhorar a sua vida

 (Divulgação/Divulgação)

Você Pode Curar Sua Vida, Louise L. Hay (Best Seller, R$ 29,90)

A obra é o mais famoso livro da escritora norte-americana Louise L. Hay. Nele, a autora lança os fundamentos de sua filosofia – a de que somos responsáveis por nossas experiências – e mostra como aplicá-los ao dia a dia. Para Louise, doenças do físicas têm origem em nossos padrões mentais e, por isso, é necessários que saibamos superar essas desordens.

Leia mais: “Nunca tivemos uma geração tão triste”

 (Divulgação/Divulgação)

Autocompaixão: A Essência da Felicidade (Olhar Fértil, download gratuito no site olharfertilco/livro-gratuito-sobre-autocompaixao-e-felicidade/)

Escrito por Gabrielle Picholari, o livro é descrito como um movimento cultural para oferecer condições à sociedade de fortalecer seus vínculos e seus valores.

Leia mais: Especialistas discutem os meios de acabar com o bullying

 (Divulgação/Divulgação)

Leia também: Compaixão, a prática que ajuda a ter uma vida melhor

 

 

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s