Guia para viajar com crianças: planeje o passeio sem dor de cabeça

Está pensando em curtir das férias com seus filhos? Veja quais documentos deve levar, como distrair as crianças durante o trajeto e como evitar surpresas no hotel

Viajar com os filhos é uma delícia! Mas o planejamento faz toda a diferença para ter um passeio tranquilo e cheio de boas lembranças. Antes de colocar o pé na estrada ou fazer o check-in, fique atenta aos documentos e às regras de cada viagem e saiba como distrair os pequenos para que o trajeto seja tranquilo. 

Prepare a documentação

Para o translado

Para viajar dentro do Brasil, a autorização de viagem é dispensável, mas a criança deve estar acompanhada de um dos pais, um dos responsáveis ou de algum familiar ascendente até o terceiro grau (avós, por exemplo) e portar documentos que comprovem o parentesco. Já para passeios internacionais, os menores na companhia de apenas um dos genitores ou responsáveis devem apresentar autorização de viagem com firma reconhecida. 

Para mais informações, acesse o site oficial do Tribunal de Justiça.

Para a hospedagem

O mesmo vale para qualquer tipo de hospedagem: é necessária a autorização expressa dos pais em documento público ou particular, também com reconhecimento de firma. 

No site oficial do Tribunal de Justiça, você encontra o modelo de autorização.

Trajeto

Carro

Comece pela segurança: além do check-up do veículo, verifique os cintos de segurança e as cadeirinhas.

As crianças não têm noção exata de tempo ou da necessidade de esperar no carro para chegar a algum lugar. Por isso, planeje paradas durante a viagem – uma a cada duas horas, por exemplo. Assim, durante a pausa, os pequenos poderão andar um pouco, usar o banheiro e se refrescar. 

Para distrair durante o tempo de viagem, esteja munida de brinquedos e brincadeiras. Separe alguns dos objetos preferidos das crianças e dê um de cada vez, assim elas não enjoarão de uma vez só. Além disso, recheie o seu celular ou tablet com desenhos e filmes. No rádio, alterne um CD preferido dos pais com a seleção de canções dos filhos. 

Confira algumas ideias de brincadeiras.

Avião

Bagagem de mão

Antes do embarque, confira se a companhia oferece cardápio especial para bebês e reserve-o. Se não, é possível levar mamadeiras vazias e leite em pó – a água mineral é oferecida a bordo e completa o preparo. Mamadeiras prontas podem ser retidas no momento do embarque, já que é proibido transportar frascos contendo mais de 100 ml de líquido na bagagem de mão. Papinhas industrializadas, desde que estejam lacradas, geralmente passam na inspeção – mas é sempre válido contar com imprevistos!

Durante o voo

Em voos longos, programe uma troca de roupa a cada intervalo de quatro ou seis horas. Já que não é possível determinar as paradas, valem as mesmas dicas do translado terrestre para garantir a diversão: brinquedos e brincadeiras. Além disso, se possível, caminhe com as crianças pelo corredor e leve itens interativos, como livros para colorir. Optar por voos noturnos também é interessante, pois os pequenos dormirão com mais facilidade.

Veja os cuidados que as companhias aéreas oferecem às mães e seus bebês.

Ônibus

O itinerário do ônibus também não pode ser redefinido, portanto, além de planejar os passatempos da garotada, racionalize os lanches e o consumo de líquidos – nem todos os veículos oferecem um banheiro amigável. Se o seu filho enjoa com facilidade, converse com o pediatra para determinar o melhor tratamento.

No hotel

No ato da reserva, questione se eles aceitam crianças – parece esquisito, mas nem todos os estabelecimentos têm a turminha como público-alvo. Aproveite e se informe sobre berços ou camas especiais, como funciona o serviço de quarto (para esquentar mamadeiras, por exemplo) e se eles disponibilizam banheira infantil.

Confira como montar a mala perfeita para seus filhos.