CLIQUE E ASSINE A PARTIR R$ 6,90/MÊS

Grande Eclipse Solar: saiba que horas ocorre e onde poderemos vê-lo no BR

Fenômeno acontecerá nesta terça-feira (2) e poderá ser visto em alguns países da América do Sul, inclusive no Brasil.

Por Fernando Gomes Atualizado em 15 jan 2020, 13h52 - Publicado em 1 jul 2019, 12h51

Nesta terça-feira (2), um grande fenômeno dará as caras ao longo do Pacífico Sul. O chamado Grande Eclipse Solar poderá ser visto em alguns países sul-americanos, inclusive no Brasil.

Um eclipse solar é um fenômeno astronômico que se configura quando a Terra e o Sol se alinham e a Lua se posiciona entre eles. Este é o maior evento astronômico do ano. O último eclipse total aconteceu em 2017, no Hemisfério Norte.

O eclipse começará a ser visto em La Serena, no Chile, e vai se encerrar em Buenos Aires, na Argentina. Nesses locais, as pessoas terão a visão total dele, com a Lua impedindo a luz solar por completo.

Países como Uruguai, Equador, Paraguai e o Brasil vão conseguir ver o fenômeno parcialmente. Aqui, será possível enxergar cerca de 9% a 60% da ocultação do sol. Infelizmente, a região Nordeste e algumas cidades do Norte não poderão ver nadinha do eclipse.

Por volta das 16h40, algumas cidades brasileiras do sul já conseguirão ver o início do show no céu. O pico será das 17h45, no horário de Brasília. O site Exploratiorium transmitirá o eclipse ao vivo pela internet diretamente do Chile.

O The Weather Channel também cobrirá o evento, a partir das 17h, e contará com comentários de especialistas.

No site Time and Date, é possível pesquisar os horário de pico do eclipse em sua cidade. Simulamos três pesquisas que mostram com clareza onde estará mais visível e onde não será possível assistir ao evento. Para você fazer a pesquisa, basta acessar este link.

Continua após a publicidade

Nele, você clica na ferramenta “Place or country” e escreve o nome da cidade que deseja consultar. Logo após, aparecerá um quadro de informações do eclipse, informando a partir de que horas será possível vê-lo e ainda em qual horário ele estará no pico. O site é em inglês, mas a compreensão é clara, já que os horário são convertidos para o nosso fuso horário e contém a ajuda de imagens.

É possível perceber também que quanto mais ao sul do país, mais visível será o fenômeno. Isso porque a trajetória por onde ele passará acaba justamente em Buenos Aires (como dito anteriormente) e, portanto, as cidades mais próximas da capital argentina serão mais privilegiadas.

Observe as diferenças entre as cidades de Belo Horizonte, em Minas Gerais, e Chuí, extremo sul do Brasil, no Rio Grande do Sul:

Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Belo Horizonte (MG).
Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Belo Horizonte (MG).
Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Chuí (RS).
Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Chuí (RS). ARTE/CLAUDIA

Quando pesquisamos Belém, no Pará, ele informa que não será possível assistir ao eclipse solar, o que confirma a não visão de alguns locais do nosso país do evento. O site, portanto, apresenta dados de um futuro eclipse (dessa vez lunar e não solar).

Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Belém (PA).
Visão e horários do Grande Eclipse Solar em Belém (PA).

Em uma página da NASA, há um mapa que mostra exatamente o alcance e o campo de visão do eclipse. Inclusive, ele começa no Oceano Pacífico, bem antes da terra firme.

Continua após a publicidade

Publicidade