“Fui internado em um manicômio e já desisti de escrever”

O autor Paulo Coelho conversou com o apresentador Jô Soares sobre dificuldades na juventude e a persistência para continuar escrevendo

Em uma transmissão direto de Genebra, Paulo Coelho concedeu uma rara entrevista. Seu interlocutor foi o apresentador Jô Soares e o papo da dupla foi exibido na madrugada desta sexta-feira (10).

No Programa do Jô, o escritor abriu o coração sobre sua história e os momentos difíceis que passou durante a juventude, em que chegou a ser internado três vezes em um hospital psiquiátrico entre os 15 e 17 anos. “Fui preso num manicômio, fui torturado, preso, teve um momento que desisti [de escrever], fiquei realmente assustado”, contou.

Para a sorte dos leitores, o autor repensou a decisão. “Acredito que todo mundo tem um destino. Ninguém pode fugir do destino. E o meu é escrever. É a minha paixão”.

Falado nisso, seu mais novo sucesso chama-se “A Espiã”e é baseado na história da dançarina Mata Hari. Além da nova obra, Coelho está ansioso para ver seu best-seller internacional, O Alquimista, nas telonas. As filmagens devem começar nos primeiros meses de 2017.

Comentários
Deixe um comentário

Olá, ( log out )

* A Abril não detém qualquer responsabilidade sobre os comentários postados abaixo, sendo certo que tais comentários não representam a opinião da Abril. Referidos comentários são de integral e exclusiva responsabilidade dos usuários que escreveram os respectivos comentários.

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s