Filhote de golfinho morre ao ser retirado do mar para selfies com turistas

Imagens, que circularam pelas redes sociais, geraram indignação

 

A fundação argentina Vida Silvestre confirmou  que um golfinho morreu na cidade de Santa Teresita, nesta terça-feira (15), na província de Buenos Aires, após ter sido removido da água por banhista que queriam tirar fotos com o animal. Uma imagem que circula pelas redes sociais mostra esta cena chocante: um multidão está em volta de um homem que segura o filhote.

Por ter uma pele frágil, o golfinho do tipo franciscana, como outros golfinhos, não pode ficar muito tempo fora da água. Ele tem a pele grossa e gordurosa que, fora do mar, rapidamente provoca desidratação e morte.

“Esta ocasião serve para informar a população sobre a necessidade urgente de devolver esses golfinhos ao mar quando encontrarem um na praia. É fundamental que as pessoas ajudem no resgate desses animais”, esclareceu a fundação em nota oficial.

O golfinho franciscana, também conhecido como golfinho La Plata, é uma espécie em extinção e só é encontrado na Argentina, Uruguai e Brasil. Existem apenas 30.000 deles pelo mundo. Sua conservação é particularmente preocupante porque eles tendem a nadar perto da costa, onde muitas vezes se tornam presas fáceis de pescadores.