Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

Etiqueta da nova família

Aprenda a se comportar em situações inesperadas na família

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 28 out 2016, 03h33 - Publicado em 13 set 2011, 22h00

Veja como se comportar em diferentes situações familiares
Foto: Getty Images

O ex-marido, a filha de seu namorado, a ex-sogra: como lidar com tanta gente? Pedimos a dois terapeutas e a uma consultora de etiqueta que explicassem a melhor forma de se comportar nas situações inesperadas que surgem com a nova, grande e confusa família de hoje

O ex

Ele insiste em frequentar a sua casa para retirar as coisas aos poucos. O atual namorado, que já vive lá, não suporta essas visitas e cobra uma atitude.

Solução: Se houve um acordo prévio entre você e o ex, o namorado precisa entender. Caso fique muito irritado, sugira que ele saia quando o ex chegar. “Separação é uma coisa que demoramos mesmo a concluir”, explica o psicoterapeuta José Vílson dos Anjos. A situação é constrangedora, mas só vai piorar se o atual parceiro agir como se competisse com o ex.

O ex vem buscar o filho de vocês para passear. Ao se sentar no sofá da sala, passa a comentar, com o marido atual, particularidades do antigo casamento. Você morre de vergonha.

Solução: “O melhor é colocar os limites já na primeira vez em que isso acontecer”, afirma a terapeuta Tai Castilho. Quando o ex começar a falar da antiga vida em comum, você deve mudar de assunto ou sair de perto, dizendo que precisa “resolver uma coisa”.

A ex do marido

Ela não dá sossego ao seu marido – liga a toda hora pedindo o apoio dele – e você não aguenta mais o assédio.

Solução: “As mulheres tendem a culpar as outras quando a responsabilidade é do homem”, diz José Vílson dos Anjos. Ele precisa resolver o problema, não você. Seu marido deve convidar a ex para uma conversa e, nela, deixar claro que o que havia entre eles acabou e que, dali em diante, ele não vai poder participar da vida dela como antes.

A namorada do ex

Você deve convidar a namorada do ex para entrar quando eles vão buscar seu filho em casa?

Solução: A dona da casa tem a liberdade de convidar quem quiser para entrar. E por que não a namorada do ex se a relação for pacífica? Mas, se você não a suporta, deve mantê-la a distância e evitar um bate-papo que pode acabar em bate-boca. “Isso não a impede de cumprimentá-la ou acenar enquanto ela aguarda no carro”, lembra Maria Anna Forbes, consultora de etiqueta.

Você precisa receber a namorada do ex-marido para a festa de aniversário do seu filho?

Solução: Em princípio não há problema, mas, se a idéia de convidá-la a perturba, você deve se sentir no direito de não fazer isso. Peça ao ex-marido que respeite sua atitude e entenda que o principal para a criança é ter os pais ao lado dela num momento tão importante. Para evitar confrontos, o pai pode fazer a festa dele e você a sua.

Numa festa, você está se divertindo até que o ex aparece com a namorada. Tudo perde a graça, mas você acha que deve engolir o sofrimento e se forçar a ficar.

Solução: Se você não conseguiu superar a dor da separação, é melhor evitar lugares onde sabe que vai encontrar o ex. Não precisa bancar a heroína civilizada só porque pensa que deve ser assim. O melhor é esperar até se sentir mais segura para vê-lo novamente. “Se o encontro for inevitável, o aconselhável é manter a calma e cumprimentá-los educadamente de forma rápida”, diz Maria Anna Forbes.

Continua após a publicidade

Filhos & enteados

A filha de 12 anos do seu novo marido passa a morar com vocês. Surge um clima de paquera entre ela e o seu filho, também de 12 anos.

Solução: Para eles, tudo é diferente e novo: o cheiro de cada um, o jeito de agir, de falar… É isso que faz com que se atraiam. Além disso, eles contam com um canal facilitador, que é acordar, almoçar e dormir sob o mesmo teto. Nessas circunstâncias, é normal haver um período de flerte. “Os pais têm de entender que não se trata de uma sexualidade adulta, que eles não vão para a cama depois da paquera”, explica Tai Castilho. Em geral, filhos e enteados acabam superando essa fase. Mas, se o namoro se desenvolver, converse com eles para saber o que sentem. Alguns cuidados a tomar: não os deixe ficar sozinhos em casa ou dormindo no mesmo quarto.

Você vai conhecer os filhos do namorado e não sabe como agir.

Solução:Um bom começo é perguntar o que gostam de fazer e convidá-los para um lanche ou um passeio. Mas não leve presentes no primeiro encontro. “Com isso você confunde a base do relacionamento, que deve ser puramente afetiva.”Depois de alguns encontros, você pode presenteá-los, acredita Maria Anna Forbes.

Os enteados vão dividir o território com os seus filhos. Todos devem ser tratados do mesmo jeito?

Solução: Os enteados não são filhos e é impossível ter a mesma autoridade com eles. Em geral, as pessoas apagam o passado para tentar montar uma nova família. Fingem, por exemplo, que todos são irmãos, o que não é verdade. Por outro lado, a boa convivência exige regras e cabe à dona da casa explicar isso às crianças logo que elas chegarem. “Se abrir uma exceção para os enteados, criará problemas com seus filhos, que vão se sentir injustiçados”, alerta José Vílson dos Anjos. Outro ponto importante para manter um ambiente tranqüilo: os enteados não devem ser encarados como um incômodo.

Seu novo marido implica com o seu filho, que adora assistir à TV com os pés em cima do sofá. O menino se nega a obedecê-lo dizendo: “Você não é meu pai!”

Solução: Toda mãe se sente dona do filho e morre de vontade de dizer: “Ele é meu e cuido sozinha”. Mas não pode desqualificar o marido na frente da criança – isso só ajuda a criar um clima de competição entre os dois. Você deve conversar com seu marido e estabelecer acordos sobre como lidar com o menino. Depois explique ao seu filho que precisa seguir as regras da casa ou será repreendido por qualquer pessoa que viva ali.

Agregados

A avó paterna reclama que, desde a sua separação do filho dela, nunca mais passou o natal com o neto.

Solução: Quando um casamento acaba, rompem-se também outras relações que o acompanham. A não ser que haja outro acordo, em geral a ex-nora leva o filho para passar o Natal com a família dela. “A avó precisa entender que deve se contentar em ver o neto quando ele está com o pai”, diz Tai Castilho.

No Natal, no fim do ano e em aniversários você liga para cumprimentar os ex-sogros?

Solução: Em nome da cordialidade, é bom se lembrar dessas datas e ligar.

A sogra se casou de novo. Como apresentar o marido dela aos amigos?

Solução: É melhor não apresentá-lo como sogro para evitar constrangimentos – podem supor que ele é o pai do seu marido. Ao dizer “gostaria de apresentar o marido da minha sogra”, você contorna a situação com o respeito que ela exige
 

Continua após a publicidade
Publicidade