CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Ela foi expulsa de um voo para Dubai por ter cólicas menstruais

Ela explicou que estava sentindo apenas uma dor leve, mas mesmo assim teve de se retirar da aeronave.

Por isabelavilla Atualizado em 17 jan 2020, 08h20 - Publicado em 22 fev 2018, 13h56

Pode parecer mentira, mas inglesa Beth Evans foi expulsa de um voo de Birmingham, Inglaterra, para Dubai, Emirados Árabes, de por causa de cólicas menstruais. E caso você esteja se perguntado se ela estava sofrendo muito, ela mesma falou ao jornal The Sun que, numa escala de 0 a 10, a dor dela era “nível 1”.

O incidente aconteceu quando Beth e o namorado embarcavam no avião da companhia aérea Emirates. Os dois conversavam e Beth comentou que estava com cólica. Neste momento, uma das aeromoças ouviu e recomendou que os dois se retirassem da aeronave já que não havia um médico disponível para avaliá-la.

Mesmo explicando para estranhos que ela estava só com uma cólica menstrual comum, eles foram retirados do voo. Para piorar toda a situação, cada um gastou por volta de 1815 reais com a passagem, e depois de serem expulsos, tiveram que arcar com mais 1135 reais cada para poderem remarcar e poderem chegar em Dubai.

Depois do ocorrido, um representante da companhia falou com o jornal The Sun e afirmou que Beth teria dito à equipe que sentia dores e não estava bem. Depois disso, o comandante do voo decidiu pedir ajuda médica e a retirar do voo.

Mesmo assim, o casal explica que retirá-los do voo apenas por causa de uma cólica menstrual era desnecessário. “Beth estava irritada e chorando ao ouvir as perguntas da aeromoça. É desconfortável ter que responder questões sobre menstruação para alguém que escutou sem querer a conversa”, contou Joshua, namorado de Beth.

Continua após a publicidade
Publicidade