Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Eclipse solar: como acompanhar o fenômeno aqui no Brasil

Estados do norte e nordeste poderão ver o eclipse parcial. Quem quer ver o eclipse total terá de assistir pelo Twitter ou Facebook.

Por Ligia Helena - Atualizado em 20 jan 2020, 08h14 - Publicado em 21 ago 2017, 00h01

Pela primeira vez em 38 anos, nesta segunda-feira (21) os norte-americanos poderão ver um eclipse total do Sol – fenômeno que acontece quando a Lua fica entre a Terra e o Sol, causando uma sombra que é capaz de cobrir toda a luminosidade do astro-rei. O fenômeno deve começar a partir das 14h no horário de Brasília.

No Brasil o eclipse só poderá ser observado de forma parcial, e não total, e apenas em alguns estados das regiões norte e nordeste do país. Os estados mais ao norte, como Amapá, Amazonas, Piauí, Pará, Roraima, Maranhão, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco poderão ver cerca de 40% do Sol coberto pela sombra da Lua. Os estados do centro ao sul do país não verão o eclipse.

Mas nem tudo está perdido para quem gosta de fenômenos astronômicos: tanto o Facebook quanto o Twitter planejam transmitir o eclipse ao vivo pela internet. O Twitter fez uma parceria com o canal de meteorologia The Weather Channel. Já o Facebook, vai transmitir em parceria com a NASA, agência espacial americana.

O Facebook planeja fazer a transmissão em 360º, de forma que o espectador possa visualizar tudo o que acontece, como se estivesse vendo o eclipse in loco.  Além disso, a transmissão será em altíssima qualidade. É para assistir na TV, hein?

Continua após a publicidade

Para acompanhar o eclipse via Twitter, basta acessar a página Chasing Eclipse 2017, que já está no ar. No Facebook, um link será divulgado via rede social na segunda-feira (21).

Publicidade