Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Descubra o tipo de ração ideal para o seu cão

Não basta ser saborosa: a alimentação do seu animal de estimação precisa estar adequada à fase da vida e às condições de saúde dele

Por Redação M de Mulher
Atualizado em 20 jan 2020, 10h02 - Publicado em 16 mar 2011, 21h00
Descubra o tipo de ração ideal para o seu cão

Cachorros adultos precisam de uma alimentação mais balanceada para não engordarem
Foto: Dreamstime

 

Poucas pessoas têm condições de preparar diariamente uma refeição caseira balanceada para cães e gatos. Ainda bem que inventaram a ração! Elaborada por veterinários e nutricionistas, ela prolonga a vida dos bichos de estimação. Mas tome cuidado, pois há muitas rações sendo vendidas cheias de sal e corantes, que provocam problemas urinários, dificultam a absorção dos nutrientes e geram mais fezes. As veterinárias Keila Regina de Godoy, Fernanda Marquez e Luciana de Oliveira dão algumas dicas sobre quais rações  são adequadas de acordo com a diferente fase da vida do seu animal. Confira as informações e descubra que tipo de ração seu bichinho está precisando:

Cachorra prenhe: durante a gestação e a amamentação, fêmeas precisam de reforço de energia e proteínas. Alimente a mamãe com ração de filhote, rica em gordura e minerais.

Continua após a publicidade

Filhote: até os 45 dias de vida, os cachorrinhos só precisam de leite materno. Após esse período, a ração especial para filhotes ajuda a deixá-los mais resistentes a doenças e fornece nutrientes para o bom desenvolvimento dos ossos e músculos. Umedeça os grãos em água morna.

Cão órfão: cachorrinhos sem mãe podem ser alimentados com um substituto do leite materno, comprado em pet shop ou preparado em casa mesmo. Não dê leite de vaca: ele é muito fraco para os filhotes.

Cachorro adulto: Animais de pequeno e médio porte viram adultos com 1 ano. Já os cães de grande porte se tornam adultos só aos 16 meses. Nessa fase, a ração precisa ser mais light para o bichinho não engordar. Considere também características como raça e quantidade de atividade física

Continua após a publicidade

Cão idoso: cães de grande porte viram vovôs aos 7 anos, os pequenos aos 10 e médio porte entre 7 e 12 anos. Como os cachorros mais velhos tendem a engordar, a ração deles tem poucas calorias. Eles precisam de ingredientes que fortaleçam a imunidade, retardem o envelhecimento, previnam alterações articulares e dêem uma força extra ao intestino.

Cachorro obeso: um bicho é obeso quando seu peso está 20% ou mais acima do ideal. Como o excesso de pneuzinhos provoca outras doenças, inclusive câncer, a dieta deve conter mais fibras e menos gorduras e calorias. E faça o danado se exercitar!

Cãozinho doente do trato urinário: cães de pequeno porte têm predisposição à formação de cálculos urinários. Para evitar o problema, a acidez da urina é controlada com proteínas e minerais. Vale a pena incentivar o consumo de líquidos, mantendo a água do pote sempre fresca.
 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.