Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Cuidado com o peso da mochila do seu filho

Na volta às aulas, não deixe a criança ou o adolescente sofrer carregando excesso de peso e evite problemas na coluna da garotada

Por Redação M de Mulher Atualizado em 20 jan 2020, 12h11 - Publicado em 23 jan 2011, 21h00

Para seu filho não sofrer, não deixe que o peso da mochila ultrapasse 10% do peso dele
Foto: Getty Images

Grandes, cheias de bolsos e zíperes, coloridas! Na hora de escolher a mochila para ir à escola, crianças e adolescentes só levam em conta esses detalhes. Mas é preciso pensar no peso que vão carregar. “O uso contínuo de mochila  pesada pode levar a dor, desvio de postura e até doenças mais sérias na coluna, como lordose e escoliose”, alerta o ortopedista Alexandre Fogaça Cristande, de São Paulo. Para evitar esses  desgastes sérios na coluna dos seus filhos, indicamos 10 maneiras de tirar, literalmente, o  peso das costas do seu filho

1. O peso ideal da mochila
O peso da mochila não pode ultrapassar 10% do peso da própria criança, segundo Alexandre Fogaça. Ou seja, se ela pesa 40 kg, o material não pode ter mais de 4 kg.

2. A altura correta da mochila
A mochila nunca deve ser maior do que as costas da criança, mas sempre ficar na altura do bumbum. Portanto, nada de afrouxar demais as alças!

3. Use sempre as duas alças
Muita gente, principalmente os adolescentes, tem mania de carregar as bolsas em um ombro só, por uma alça apenas. Está errado. “A mochila tem que ter três pontos de apoio: duas alças e uma tira que amarre na cintura. Isso ajuda a distribuir o peso”, alerta o ortopedista Fogaça.

4. Compre mochilas sem muitos bolsos
A regra é fácil: quanto menos bolsos tiver a mochila do seu filho, melhor. Até porque, quando ela tem vários compartimentos, fica muito tentador para a garotada carregar ali dentro mais material do que o necessário! As crianças podem querer colocar algum brinquedo só para exibir para os amigos, lápis dos mais variados, além de outros objetos.

5. Opte por rodinhas quando a mochila for pesada
Caso seu filho tenha que carregar um monte de materiais, o ideal é optar pelas mochilas de rodinha (as preferidas das crianças e o “terror” dos adolescentes). Mas atenção com a alça de puxar das bolsas desse modelo! Seu filho não deve se abaixar enquanto puxa a mochila. “Ela deve ficar na altura do punho da criança”, diz Fogaça.

Continua após a publicidade

6. Leve o lanche separadamente
Nada de enfiar a lancheira na mochila, junto com os cadernos. Além de abafar o lanche, isso vai fazer ainda mais peso. Opte por comprar uma lancheirinha para os pequenos, e peça para levarem separadamente.

7. Mãe deve vistoriar a mochila
Peça para o seu filho verificar as aulas que terá no dia seguinte. Livros e cadernos que ele não for usar devem ficar em casa. Cheque você mesma! A criança acha mais “fácil” deixar todo o material na bolsa logo de uma vez…

8. Se necessário, procure a escola
Se não tiver jeito mesmo e o material for realmente pesado, com livros grossos e cadernos de diversas matérias, vale a pena conversar com a escola. Fale com a  diretora e veja se o estudante pode deixar o mais pesado no colégio e levar para casa o que precisa para estudar.
 

 

Cuidado com o peso da mochila do seu filho

Para os adolescentes, uma boa sugestão são os fichários substituindo os cadernos pesados
Foto: Getty Images

9. Só carregue o que realmente importa
Se a criança é pequena, dê uma olhada se não está levando nada a mais. Se colocou o giz de cera na mala, por que incluir o lápis de cor e a canetinha? Tire o que é desnecessário: coloque apenas o que ela precisa mesmo

10. Fichário é alternativa para adolescentes
Para os adolescentes, o fichário é uma opção. Assim, ele não tem que carregar os cadernos, mas tudo unificado. Ajude-o no começo a organizar as folhas por matérias e compre aqueles adesivos que ajudam a arrumar as folhas que rasgaram.

Continua após a publicidade
Publicidade