Clique e assine com até 75% de desconto

Conheça tradições de casamento de 10 países diferentes ao redor do globo

Usar vermelho, não sorrir durante a cerimônia e até mesmo cortar um tronco de árvore de maneira romântica estão na lista!

Por Ketlyn Araujo Atualizado em 16 jan 2020, 09h31 - Publicado em 4 set 2018, 20h01

Assim como a cultura de cada país tem suas particularidades e diferenças quando comparada a outras, as tradições no universo dos casamentos também variam conforme os costumes de cada local – seja por influência de alguma religião ou por herança histórica, que vai passando de geração em geração.

Só para ilustrar: por exemplo, enquanto aqui no Brasil a noiva geralmente se casa vestindo branco (costume herdado lá de 1840, graças à Rainha Vitória, da Inglaterra, e que representava a pureza e a castidade), na Índia os trajes do grande dia são os mais coloridos possíveis – e sempre vêm acompanhados de muitas joias para enfeitar a noiva e pedir por prosperidade.

Com a globalização e o intercâmbio cultural cada vez mais frequentes, alguns países passaram a incorporar elementos de outros em suas cerimônias e festas, mas isso não impede que ainda existam alguns costumes exclusivos de cada região – muitas vezes pouco conhecidos pela maioria das pessoas. Nós do MdeMulher, junto com a plataforma especializada em casamentos iCasei, te mostramos quais são e de onde vêm alguns deles.

Congo:

Dizem que na região do Congo, no continente africano, os noivos (homens) não podem sorrir nem durante e nem depois da cerimônia de casamento. O gesto, feito em sinal de respeito, serve para mostrar a todos os convidados, em especial às famílias do casal, o quanto o homem pretende levar essa união a sério.

México:

O México, país de maioria católica e mundialmente conhecido pelas grandes festas e celebrações (como o Dia dos Mortos, uma das mais famosas em escala global), também tem suas particularidades quando o assunto é casamento. Lá a noiva costuma carregar dois buquês ao entrar na igreja: um deles é o convencional, dela própria. Já o segundo deve ser oferecido à Nossa Senhora de Guadalupe, junto de uma oração ao final da cerimônia. Sabe-se que, também no México, o noivo deve oferecer treze moedas de ouro à futura esposa, de modo que cada uma delas sirva para representar fidelidade, simbolizando a figura de Jesus e de seus doze discípulos.

França:

Já ouviu falar em Croquembouche? Pois saiba que é esse o nome dado ao tradicional “bolo de casamento” francês, que não é bem um bolo, mas uma torre estrategicamente posicionada na mesa dos noivos ou noivas. A receita original, criada pelo chef Marie-Antoine Carême (conhecido por ser o fundador da culinária francesa clássica), leva um amontoado de profiteroles com recheio de creme de confeiteiro e cobertura de caramelo – mas hoje já existem versões feitas de macarrons, carolinas, e as mais diferentes coberturas, como de chocolate e amêndoas.

https://www.instagram.com/p/BmdJlQtllIh/?tagged=croquembouche

Colômbia:

São duas as principais tradições mais conhecidas da Colômbia. A primeira delas consiste em prender uma moeda na barra do vestido da noiva, gesto que serve para atrair fortuna ao casal. Já a segunda é uma espécie de ‘regrinha’ dos casamentos para não ser quebrada: por lá, as noivas não devem usar acessórios de pérolas no dia do “sim”, já que tradição afirma que o material remete às lágrimas e, consequentemente, à tristeza.

Alemanha:

Casais alemães devem quebrar peças antigas de porcelana no dia do casamento. Segundo a tradição, o ato serve para atrair boas vibrações para o casal ao longo da vida a dois. Ah! É necessário, também, que os futuros noivos ou noivas, depois de quebrarem os objetos, limpem toda a bagunça juntos, como prova de que, de agora em diante, o “trabalho” será sempre feito em dupla.

Colocar o casal para cortar um tronco de árvore ao meio, logo após o casamento, é outro costume encontrado em cerimônias do país. Mais uma vez, isso serve para mostrar a habilidade dos dois de trabalharem juntos, sempre superando obstáculos.

View this post on Instagram

Log cutting has become my all time favorite wedding tradition! What’s yours? . . . . . #germanwedding #germantradition #germanywedding #germanweddingphotographer #travel #travelblogger #destinationweddingphotographer #destinationwedding #alaska #california #californiaweddingphotographer #bigsur #yosemite #yosemitenationalpark #joshuatree #joshuatreenationalpark #bohobride #bohowedding #junebugweddings #photobugcommunity #rockymountainbride #muchlove_ig #engagedlife #lookslikefilm #adventurebrides #authenticlovemag #elopementphotographer

A post shared by Elopements + Weddings (@calderphotog) on

Continua após a publicidade

Itália:

Casamentos italianos são bem parecidos com os brasileiros – os vestidos costumam ser brancos, as noivas costumam usar véus e carregar os buquês clássicos. Porém, se em terras brasileiras a galera costuma torcer o nariz para um casamento debaixo de chuva, na Itália ela é muito bem-vinda: é vista como um sinal, literalmente vindo dos céus, de que o casal terá boa sorte.

Índia:

Você dificilmente irá se deparar com uma noiva vestida de branco na Índia, visto que, por lá, a cor é comumente usada por mulheres quando ficam viúvas. Sendo assim, se tem uma coisa que chama bastante atenção nos casamentos indianos é a quantidade de cores presentes na cerimônia: seja na decoração, nos trajes dos convidados e dos noivos.

View this post on Instagram

#weddings #indianbride#indianwedding #indianweddingbuzz #desiweddding #blouse #necklace #jewellery #instaglam #instafashion #iphone #glamour #outfits #accessories #weddingphotography#bridallook #lehenga #bridesmaids #Bollywood #bollywoodactress #kiaraadvani #bffwedding #friends #weddingfun #bridalshoot #weddingphotographer #destinationwedding #bridesmaiddress PC-@infinite_memories09

A post shared by Indian Wedding (@the_indian_wedding) on

Continua após a publicidade

Outra tradição bem comum não só na Índia, mas também em outros países da Ásia, consiste em “tatuar” a noiva e outras familiares mulheres usando a chamada “Mehandi” ou “Mehndi”, que nada mais é do que uma espécie de henna. Os desenhos, presentes principalmente nas mãos, simbolizam despertar espiritual, alegria, beleza e contribuição.

China:

Se no Brasil ainda são poucas as noivas que ousam ao se casar vestindo cores fortes, como o vermelho, na China a cor é habitualmente inserida nos casamentos (não só no vestido, mas também no décor), e tem todo um significado especial. É que na cultura chinesa o vermelho simboliza força, boa sorte e, claro, o amor. Ainda na China, outro hábito bem comum é o de presentear os noivos com generosas quantias em dinheiro, em vez dos presentes.

https://www.instagram.com/p/Bm9L-jmnFES/?tagged=chineseweddingdress

Japão:

Apesar de estarem cada vez mais ocidentalizadas, as cerimônias de casamento japonesas também possuem suas próprias particularidades. Entre elas, está o momento em que o casal bebe três goles de saquê, bebida alcoólica tradicional do país, em três taças de tamanhos diferentes (pequeno, médio e grande). A ingestão da bebida feita dessa forma serve para mostrar como a vida dos noivos ou noivas tende a prosperar após o casamento.

Porto Rico:

Um detalhe sutil costuma chamar a atenção nos casamento de Porto Rico pois, de acordo com a tradição, uma boneca vestida com roupas iguais às da noiva e de aparência semelhante à dela fica instalada na mesa principal do casamento. Além disso, a boneca deve estar enfeitada com diferentes amuletos, que serão distribuídos aos convidados. Em troca, eles devem deixar dinheiro perto do brinquedo, como forma de contribuição ao casal.

View this post on Instagram

Por trás de toda mulher bem-sucedida existe ela mesma! Bom dia 👰⚘ . . . #bride #noivasdeluxo #hautecouture #altacostura #dolls #weddingdolls #barbie #barbienoiva #noiva #barbiebride #cerimonial #weddingplanner #weddingphotography #fotografiadecasamento #art #glam #fabulous #love #dreams #artesanal #feitoamao #handmade #love #photooftheday #instagood #renatofrick #barbienoivasbs

A post shared by ⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀Renato José Frick 🇧🇷 (@barbienoiva) on

Continua após a publicidade
Continua após a publicidade
Publicidade