CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR R$ 14,90/MÊS

Como acabar com infiltrações

Saiba quais são as principais causas de infiltração e como acabar com esse problema tão comum

Por Redação M de Mulher Atualizado em 20 jan 2020, 20h42 - Publicado em 22 jul 2010, 21h00

Livre-se do mofo, manchas na parede e mau cheiro dentro de casa.
Foto: Getty Images


Infiltrações nas paredes

Problema
A infiltração e o vazamento de água, em geral, provocam mofo, manchas escuras e mau cheiro nas paredes. Se estiverem na parte superior delas, a causa provavelmente está no teto ou na calha. Se for na parte inferior, o piso é o culpado. Infiltrações também geram rachadura e queda de reboco.

Solução
Localize o ponto de infiltração ou de vazamento no teto ou no piso. Em seguida, depois de retirar o reboco da parede, passe impermeabilizante. Então, aplique novo reboco (mistura de cimento, areia e água). Nessa massa, adicione um pouco de impermeabilizante. Sobre ela vai uma tela de náilon e, por cima da tela, uma camada de impermeabilizante tipo Vedalaje® (18 kg custam cerca de R$ 166*) ou similar. Por fim, aplique massa corrida e pinte. Prefira tinta acrílica e com brilho para parede (cerca de R$ 22* por 900 ml), mais resistente à umidade. 

Infiltrações no teto

Problema
Alguns pontos escuros costumam aparecer no teto da sala ou do quarto após as chuvas. Isso é infiltração. O mesmo pode acontecer nas paredes, provocando a queda do reboco, por exemplo.

Solução
Primeiro, descubra o ponto que origina a infiltração para corrigi-la. Depois, com o teto bem seco, faça uma raspagem para limpar a parede, lixando as partes escuras. Em seguida, passe massa corrida (o pote com 18 litros custa cerca de R$ 50* ), lixe para deixar a parede lisinha e pinte com tinta acrílica com brilho para teto (cerca de R$ 21* por 900 ml). 

Infiltração pelas telhas

Problema
Por causa da chuva forte, as telhas podem quebrar e sair do lugar. ”Isso faz com que o circuito da água seja desviado, originando infiltrações”, diz César Pasquini Simão, arquiteto da Telhanorte. A vida útil de um telhado é de cerca de 50 anos. Se a construção for mais antiga, tome cuidado: telhas velhas tendem a ficar porosas ao ”absorver” a água e, assim, se tornam mais frágeis.

Solução
Num dia quente, cheque se as telhas estão encaixadas e intactas. Suba por uma escada apoiada no telhado ou entre no alçapão. Desloque algumas telhas e visualize a cobertura. Para impermeabilizá-las, lave o telhado e aplique resina acrílica (900 ml custam cerca de R$ 11). ”O próprio morador pode fazer a aplicação, mas deve levar em conta a altura do telhado. NUNCA pise no meio da telha, mas, sim, nas juntas para evitar a quebra”, afirma Simão. Também é bom avaliar se há fissuras no madeiramento que suporta a estrutura.

Laje sem telhado
Para evitar problemas, ela deve ter caimento correto. Isso fará com que a água corra para as calhas, evitando a formação de infiltrações. A aplicação de impermeabilizante (19 kg por R$ 73* ) na laje também é importante! 

Infiltrações pelas calhas

Problema
Chuva em excesso geralmente dá origem a vazamentos na casa por causa de furo nas calhas. Além disso, com o tempo, sujeira e folhas entopem o condutor. Isso faz com que a água transborde na casa. 

Solução
Num dia de tempo firme, remova a sujeira das calhas com pano e pincel. A limpeza deve ser feita a cada três meses. Instale uma tela de náilon (R$ 180 por 50 m2) rente à calha para bloquear a entrada de folhas e granizos, evitando o entupimento. Não se esqueça também de verificar se há rachaduras e furos na calha. Se pequenos, uma solda ajuda a resolver a situação. Caso contrário, você deverá substituir o trecho afetado. 

Vazamentos pelo ralo

Continua após a publicidade

Problema
A água pode ”voltar” pelos ralos, alagando a casa. ”Isso acontece porque a tubulação não aguenta o volume intenso, e a água emerge”, explica Simão. 

Solução
Verifique se os canos do banheiro e do quintal são interligados para escoarem juntos a água no esgoto. Em caso positivo, é preciso separá-los. Mas se os ralos estiverem entupidos, o correto é retirar as grelhas e colocar uma mangueira ligada dentro da tubulação. A força da água fará com que a sujeira (folhas, linhas, poeira, etc) escoem, desentupindo o ralo. 

Estrutura segura

Tome muito cuidado ao impermeabilizar as áreas em que piso e a parede se encontram!

Problema
A falta de caimento adequado faz com que, quando chove, a água não escoe diretamente para o ralo. ”Um piso assim facilita o acúmulo de água e infiltrações”, diz Luiz Sérgio Coelho, professor de engenharia da FEI. A água pode umedecer paredes, escurecendo a parte inferior delas. Se a casa tem piso sem acabamento, construído sobre cimento batido, é mais propenso a infiltrações, pois fica poroso com o tempo. 

Solução
Primeiro, retire o revestimento antigo e, então, nivele-o com cimento (saco de 25 kg por R$ 10) para que o fluxo de água siga diretamente para o ralo. O rejunte também merecem atenção! Se notar que ele já perdeu a vedação, você pode reaplicá-lo (1 kg custa cerca de R$ 3,50). Basta seguir as instruções na embalagem do produto: ”No caso do piso sobre o cimento, recomenda-se a impermeabilização com material flexível, como manta asfáltica (que custa cerca de R$ 95 para 10 m2)”, observa Coelho. Se apresenta rachaduras e buracos, tape-os com cimento e impermeablize.

 

Quem conserta?

Você mesma consegue fazer alguns pequenos reparos em casa. Sempre leve em conta que, dependendo do nível de degradação ocasionado pela chuva e do grau de dificuldade do reparo, somente um profissional (pedreiro, encanador ou eletricista) conseguirá executar o serviço. Se quiser pôr a mão na massa, siga as normas de segurança e as instruções dos fabricantes.

 

Quando precisa fazer reforma

Canos estourados ou pisos externos desnivelados podem causar infiltrações graves. Aí não tem jeito: a ajuda de um profissional é essencial para dar fim ao tormento! A arquiteta e engenheira de segurança Regina Maia Galvão, de Guaratinguetá (SP), explica algumas técnicas utilizadas para solucionar tais problemas.

Infiltração causada por pisos desnivelados

Dentro de casa: o comum é raspar as paredes até chegar ao reboco. Depois, aplica-se uma boa camada de impermeabilizante.

Fora de casa: geralmente, abre-se uma vala externa próxima à parede afetada. Completa-se o vão com pedras e areia, que absorvem a água.

Infiltração no teto causada pela laje

Aplica-se uma camada generosa de manta asfáltica ou impermeabilizante sobre o reboco e antes da instalação dos pisos.

Continua após a publicidade
Publicidade