Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Casamento econômico: dicas para uma cerimônia sem muitos gastos

Se organizar direitinho, todo mundo casa. E nós provamos que, para isso, não é preciso desembolsar mais grana do que o seu orçamento permite.

Por Ketlyn Araujo - Atualizado em 16 jan 2020, 16h52 - Publicado em 16 mar 2018, 21h47

Quando a produtora Carolina Tavares, de Santo André (SP), decidiu em novembro passado que queria se casar, grande parte de suas economias e gastos tiveram de ser repensados. É que no final deste ano, ela e o noivo estarão de malas prontas para morar fora do Brasil e, mesmo com a mudança, o casal não quis abrir mão da comemoração.

“Meu noivo e eu estamos nos organizando para estudar fora do país no fim do ano, e precisamos economizar cada centavo, caso as bolsas de estudo ou trabalhos não sejam como imaginamos. Por isso, o casamento precisava ser o mais barato possível”, conta ela.

Casamentos econômicos, com orçamentos reduzidos assim como o de Carol, são uma tendência cada vez mais comum, principalmente em tempos de crise. Para Camila Andrade, diretora da CCFA Organização de Eventos, caso você opte por uma cerimônia relativamente barata, alguns pensamentos são essenciais para tirar o plano do papel: “O segredo para não sofrer e nem ultrapassar o orçamento está em três palavras-chave: organização, planejamento e pesquisa”, pontua.

Como organizar um casamento sem gastar muito?
zakokor/ThinkStock

Além disso, a dica extra é contar com o apoio daqueles amigos, conhecidos e familiares dispostos a ajudar o casal no que for preciso. Ou seja, esse é o momento de acionar, sem medo, a agenda de contatos. Conhece alguém que trabalha com artesanato, confeitaria, decoração, fotografia? Por conta da proximidade, essa pessoa pode fazer toda a diferença no seu grande dia – e ajudá-la a salvar uns bons reais no meio do caminho.

Como a última coisa que queremos é que você passe a fase pré-casamento preocupada com a fatura do cartão de crédito, boletos e dívidas mil, juntamos a seguir algumas alternativas para ajudá-la a preparar um casamento completo, mas sem gastar muito. De nada!

Primeiro passo: a cerimônia

De acordo com Camila, um dos jeitos mais baratos é priorizar a cerimônia no civil, sem salão de festas, espaço para eventos ou igreja (dependendo da sua religião). Desse modo, apenas as testemunhas do matrimônio devem estar presentes no cartório e, depois disso, um jantar ou almoço em um restaurante, ou mesmo na casa de algum familiar pode ser oferecido para os mais íntimos, em comemoração.

View this post on Instagram

화이트&퍼플 하우스웨딩 – directing by 알지비지구맛 #한스갤러리 #한스갤러리웨딩 #알지비지구맛 #알지비아베크 #하우스웨딩 #빈티지웨딩 #가든웨딩 #웨딩포토 #야외결혼식 #야외웨딩 #rgbjigumat #rgbavec #ceremony #weddingday #weddingphoto #웨딩꽃장식 #플라워연출 #weddingflower #소규모웨딩 #스몰웨딩 #smallwedding #photography #웨딩플라워 #세레모니 #film #단상연출

A post shared by 한스갤러리 웨딩 (@hansgallerywedding) on

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Já se você faz questão da festa, vale pensar em outras alternativas para economizar. “Às vezes algum familiar ou amigo próximo tem um sítio bonito, ou mora em um prédio com salão de festas interessante, ou até mesmo vive em uma casa com espaço bom, que pode ser aproveitado para a ocasião”, sugere Camila.

Para Carol, que tem família grande – assim como seu noivo – a solução foi buscar por um meio-termo, onde o aluguel do ambiente não fosse cobrado, apenas o coquetel: “Conseguimos um lugar em que o custo por cabeça vai ser acessível e, mesmo assim, vamos conseguir chamar quase todo mundo que gostaríamos”, comemora. A única ressalva que ela faz, nesse caso, é em relação ao número de convidados, já que algumas pessoas, por necessidade, vão acabar fora da lista. Antes de se preocupar com isso, lembre-se que a medida é para o bem do seu bolso!

Comes e bebes:

Definiu o tipo de cerimônia, o número de convidados e, principalmente, o local da festa? Bom, agora é hora de pensar no cardápio. Alguns lugares já oferecem o serviço de buffet incluso no valor do aluguel mas, vez ou outra, contratá-lo à parte pode sair mais barato – pesquise bastante antes de tomar qualquer decisão.

Alguém próximo de você gosta de cozinhar? Peça para essa pessoa cuidar dos comes e bebes da festa, como um presente dela para o casal. Aí, vale optar por docinhos e salgados que não demandem muito tempo de preparo.

View this post on Instagram

The simplest cakes become masterpieces when decorated with fresh florals 🌸🍰 http://www.intimateweddings.com/blog/katie-brians-stunning-santorini-elopement/ Wedding Planning and Design: @stellaandmoscha Venue: @sunrockssantorini Photography: Sotiris_Tsakanikas Flowers and Decor: @weddingwishsantorini Hair Stylist: @hairshopsantorini Makeup Artist: Renia Bledaki Wedding Cake: @_alexandrascakes_ Wedding Dress: @Watters #intimatewedding #intimateweddings #elopement #elopements #destinationwedding #destinationelopement #elope #greekwedding #greekelopement #santorini #santoriniwedding #santoriniweddingphotographer #luxurywedding #weddingreception #weddingcake #weddingcakedecoration #weddingcakeideas #cakedecoration #cakesofinstagram

A post shared by Intimate Weddings (@intimateweddings) on

Continua após a publicidade

E, por falar em presente, não tenha vergonha de pedir aos seus convidados mais “chegados” alguns presentinhos para a festa – sua sogra pode ficar encarregada do bolo, uma amiga querida pode bancar as lembrancinhas, e por aí vai.

Quanto às bebidas, o caminho é oferecer o “básico” aos convidados: água, refrigerante, sucos, cervejas e champanhe para brindar. Já, se os presentes fizerem questão de drinques mais elaborados, o casal pode até acertar com o bar para deixá-los à disposição, desde que o convidado pague um valor extra por cada bebida a mais – comandas individuais, nesse caso, são imprescindíveis.

Decoração:

Em matéria de decoração, Camila afirma que o foco deve estar no altar, onde arranjos maiores e um pano de fundo mais elaborado fazem toda diferença. Para o resto do salão, objetos de decoração na linha “faça você mesma” podem ser uma mão na roda, mas tudo depende: “O DIY pode ser econômico, mas também dá bastante trabalho, por isso é interessante colocar na balança o tempo e dinheiro gastos para decidir o que vale a pena contratar e o que vale a pena fazer você mesmo”, aconselha Camila.

View this post on Instagram

Love this fun addition of boutonniere tags for your wedding day! Vendor Team: Photography: Jamie Rae Photo | Floral and Event Design: Swoon Floral Design | Coordinator: Class Act Events | MUAH: Jein King | Dress: Ania Bridal | Rentals: Barclay Events, Something Borrowed, Danner + Soli | Cake: Papa Haydn | Catering: Willaby’s | Signage + Paper Goods: Letters and Dust #lettersanddust #lettersanddust #pdx #oregonbride #portlandbrideandgroom #pnwedding #weddinginspiration #weddinginvitation #invitationdesign #handmade #diywedding #bestdayever #graphicdesign #savethedate #Calligraphy #WeddingDecour #WeddingDetails

A post shared by Letters And Dust (@lettersanddust) on

Continua após a publicidade

No casamento de Carol, que será em abril deste ano, flores da época e garrafinhas de vidro, com frases específicas, irão decorar as mesas. Além disso, ela mesma ficará responsável por alguns bilhetinhos personalizados, que vão complementar o décor.

Quanto às flores, se a intenção for gastar pouco, prefira as artificiais. “Na Rua 25 de Março (em São Paulo), por exemplo, é fácil encontrar arranjos prontos e até mesmo contar com a ajuda dos vendedores para montar o buquê da forma que a noiva desejar”, aconselha Camila.

Continua após a publicidade

Figurino, cabelo e make:

Seu vestido de noiva não precisa custar caro, muito pelo contrário. Ele pode ser comprado em lojas de departamento, feito por uma costureira do seu bairro e até mesmo herança das mulheres da sua família.

Caso escolha um vestido exclusivo, peça indicações de profissionais com portfólio, fique responsável pelo tecido (existem lojas de tecidos com preços bem em conta) e pesquise o máximo que puder, para não cair em roubadas e pagar valores abusivos. A dica da Carol é se infiltrar em grupos específicos, de Facebook e Whatsapp, que contam com vários profissionais do ramo oferecendo serviços mais em conta.

Para o look do noivo, reciclar também é preciso: “Se for algo mais informal, vale usar uma calça social em bom estado que (ele) já tenha, junto com uma camisa bonita. Se esta última não tiver muitos detalhes, não há necessidade de alugar. Além disso, poucas pessoas sabem, mas algumas lojas dão a roupa dos noivos quando é acordado que os padrinhos e madrinhas alugarão seus trajes lá”, diz Camila.

View this post on Instagram

A big thank you to all the makeup artists out there who handle bridal makeup like champs. You all rock!! 😉 . . . #photoray #photorayexperience #bridalmakeup #bridalmakeupartist #bridemakeuplook #bridestory #blackbridemakeup #bridemakeup #weddings #makeupartist #njweddingphotographer #makeup #nycweddingphotographer #phillyweddingphotographer

A post shared by Photoray Photography (@photorayexperience) on

Continua após a publicidade

Para cabelo e maquiagem, peça uma mãozinha aos amigos e amigas bons com pincéis e penteados, e deixe que eles cuidem da sua beleza durante o casamento. Se você fizer questão de se arrumar em um salão, procure recomendações daqueles menos estrelados que, muitas vezes, fazem um trabalho tão bom quanto o dos locais mais famosos por aí.

Música, foto e vídeo:

Não dá para pensar em casamento e deixar as músicas de fora, certo? Por isso, o melhor a fazer é eleger um local que já conte com sistema de som – mesmo que uma banda ou DJ não caibam no seu orçamento. No lugar do DJ, um pen drive com as músicas da festa gravadas, em ordem + um sistema (ou amigo equipado com amplificadores e caixas de som) para rodá-las garantem a trilha sonora do evento.

Continua após a publicidade

View this post on Instagram

Forever obsessed with these two, this bridal cape, those flowers 🙌😍🙌 // 📷 @erinktrimble / venue: The Falls of the Ohio / floral design by @roseandhoneyfloral / catering by @wholefoods / hair & makeup by @carleyrandall / dress by @ruedeseinebridal / groom’s apparel by @hm / models: @livedeeplyrooted

A post shared by Junebug Weddings (@junebugweddings) on

Continua após a publicidade

Quanto ao serviço de foto e vídeo, Camila observa: “Esse será o registro de um dos dias mais importante da vida dos noivos, por isso é importante que seja feito com qualidade. Não sugerimos que você chame um amigo para fazer (a menos que ele trabalhe com isso). Pesquise bastante, peça indicação e não caia da tentação do famoso ‘pacotão’, pois o barato pode sair caro. Existem excelentes profissionais que trabalham bem por valores em conta”. Anotado!

Celebrante e convites:

Um familiar ou amigo bom de discurso pode ficar encarregado do papel de celebrante, desde que ele tenha boa dicção, cause empatia nos convidados e seja íntimo dos noivos.

View this post on Instagram

Oh happy day! It’s Friday AND we got our hands on our wedding photos yesterday, thank you Lord. It was like reliving our day all over again. HMUA: @sydneywking Floral/Decor: Bonnie of Petals ‘n Treats Tux: @generationtux Wedding Gown: @kellysclosetatl #thesaunders #lovestrucksaunders

A post shared by Coach & Beauty Consultant (@joymonetsaunders) on

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

Por fim, modelos de convites de casamento estão ao seu dispor, internet afora, para que isso não seja mais um gasto desnecessário. O procedimento é simples: você preenche os dados dos noivos, local e data da festa, leva para uma gráfica e escolhe o papel para a impressão.

No fim das contas, com planejamento, dá para casar, comprar uma bicicleta e até viajar – a noivinha Carol que o diga!

Publicidade