Brunch de casamento: O que é e como fazer

Uma opção de refeição leve e saborosa, ideal para o período entre o final da manhã e o início da tarde

O nome já diz tudo: o brunch é, na verdade, resultado da fusão do breakfast (café da manhã) com o lunch (almoço). O formato combina bem com recepções que tenham início ainda pela manhã e se estendam até o início da tarde.

O formato é uma opção leve e descontraída para casais que buscam uma comemoração diurna intimista, mas sem aderir ao tradicional almoço de casamento. No brunch, o buffet começa servindo pratos mais leves e vai evoluindo de acordo com o horário.

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Antes de aderir ao conceito o casal deve considerar se o horário previsto permite esse formato. “O evento pode acabar se prolongando até a noite , acarretando custos maiores ao anfitrião. Isto deve ser colocado com muito critério na contratação do evento”, aconselha Fernando Appendino, executivo do restaurante La Macca. Em geral este tipo de evento acontece entre 11h e 15h.

A sugestão de Appendino para o cardápio é apostar em um mix de café da manhã bem generoso do tipo americano/inglês com muffins e pães diversos, queijos, iogurtes variações de receitas com ovos, salsichas, molhos frios, defumados, geleias, frutas frescas e muito espumante.

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Brunch de casamento

 (Pinterest/Reprodução)

Ainda um tanto incomum na cultura brasileira, o brunch pode causar certo estranhamento nos convidados. No entanto, a novidade tem tudo para ser um sucesso. “O fato de não ser comum ajuda muito no sucesso do evento. Os que já conhecem adoram esse tipo de evento. Os que nunca participaram de um brunch, por sua vez, têm curiosidade. A nossa experiência mostra que não existe rejeição para o brunch. Acredito que a maior dúvida é referente à comida. Por isso sugerimos que se os noivos tiverem oportunidade, falem para os convidados sobre o que será servido, para que eles fiquem mais à vontade”, aconselha  Appendino.