Anitta sobre crise política: ‘Se for para dar opinião bunda, é melhor não dar’

"Se der opinião, estarei indo pela cabeça de outras pessoas, que nem sei se estudaram. Prefiro nem falar."

Nos últimos meses, diversas celebridades se pronunciaram a respeito da crise política no Brasil. Nomes como Leandra Leal, Mônica Iozzi e Alexandre Frota publicaram nas redes sociais textos e vídeos manifestando diferentes opiniões.

Nesta semana, foi a vez de Anitta abordar o assunto.

Em entrevista à Folha de S. Paulo, a cantora de 23 anos primeiro criticou o recente destaque que recebeu da imprensa após um preenchimento labial. “Era irrelevante. Gente, aquela era a semana da crise política. E a capa era eu? Como a capa não era a crise política?”, indagou.

Questionada sobre o atual cenário político do Brasil, disparou:

Não conheço a história da política, não me interesso, não gosto. Não estudei a vida da Dilma para saber se ela fez X, Y ou Z. Não estudei a vida do Lula. Não estudei a vida do PSDB. Se der opinião, estarei indo pela cabeça de outras pessoas, que nem sei se estudaram. Prefiro nem falar. Se for para dar opinião bunda, é melhor não dar.

De acordo com a reportagem, a cantora que despontou na cena nacional com o hit “Show das Poderosas” é a única mulher entre os 20 canais mais populares no YouTube brasileiro. Tem ao todo 871 milhões de visualizações, além de 12,3 milhões de seguidores no Instagram.