CLIQUE E RECEBA EM CASA A PARTIR DE R$ 12,90/MÊS

Adote um filhote de Natal

Se você está pensando em adquirir um filhotinho, aproveite a ocasião e tenha um Natal mais completo

Por Redação M de Mulher Atualizado em 21 jan 2020, 10h09 - Publicado em 11 dez 2008, 21h00
Adote um filhote de Natal

Na hora de escolher seu “filhinho”, preste atenção nas vacinas e na vermifugação
Foto: Dreamstime

6. Adaptação em casa
Quando eles chegam em um lugar estranho, sentem muita falta do local onde nasceram, principalmente dos irmãos. Vão chorar sim e precisam de carinho. Mas cuidado para não mimá-los muito. Se a intenção não é que o cão durma no seu quarto sempre, deixe claro qual é o cantinho dele. Se preciso, fique com ele até ele dormir. Se for possível, traga um paninho com o cheiro da mãe para ele se sentir melhor.

7. Alimentação
Algumas raças demoram mais para criar dentes, mas geralmente, eles aparecem depois dos 25 dias. Mesmo assim, os caninos ainda são frágeis e eles não conseguem mastigar. O ideal é dar papinhas caninas 4 vezes por dia (varia de acordo com o porte e a fome do cão). Nos primeiros dias em casa, ele pode ficar sem comer por estranhar o local ou até mesmo gastar muita energia correndo pela casa. Deste modo, o filhote pode rejeitar a papinha. Ai vale tentar a ração e leite próprio para cães. Se você começar a dar comida, já vai acostumá-lo mal e ele não crescerá nutrido como deveria. Assim que a dentição já estiver mediana, introduza a ração. Independentemente da marca, ela deve ser própria para filhotes. Ração de adultos só devem entrar no cardápio após o bichinho completar o primeiro ano.

8. Atenção aos dentinhos
Sim, cachorros também têm deite de leite. A dentição começa a ser trocada por volta dos 4 meses. Fique atenta a isso. Dificilmente você verá os dentes de leites caídos pela casa, pois o cachorro acaba engolindo com a comida. No entanto, se você perceber que os dentes ainda são pequenos e afiados por volta desta idade, consulte seu veterinário. Mesmo que os dentes de leite não caiam, os permanentes podem nascer e a cão poderá ficar com mais dentes na boca. Futuramente, a dentição tende a entortar, principalmente os caninos.

9. Banheirinho de cachorro
Uma das coisas mais difíceis, é educar o cãozinho pequeno a fazer xixi e cocô no lugar certo. As fraldinhas, aquelas que colocamos direto no chão, são bastante eficientes para ensinar. Alguns cães tendem a “adotar” seu próprio banheiro e por mais que você brigue, grite e esperneie, ele fará suas necessidades lá e pegará birra de você. Nesse caso, é aconselhável você colocar a fraldinha ou jornal no local onde ele adotou. Com o tempo, transfira o “banheiro” para o local mais adequado para você. Ele seguirá.

10. Diversão
Por mais que você o encha de brinquedos, corre o risco de chegar em casa e ela estar revirada. Isso acontece por que é a forma que o animal encontra de chamar sua atenção. Você repara quando ele destrói um sapato, mas quase nem liga se for um brinquedo, não é? Fuja um pouco do convencional e dê para ele o que ele gosta. Talvez um par de chinelos velhos pode agradar seu filhote e sai mais barato que os brinquedos de pet shops. 

Continua após a publicidade

Publicidade