Clique e assine Claudia a partir de R$ 5,90/mês

A ciência comprova: unicórnios existiram, sim, há 29 mil anos

Por essa ninguém esperava

Por Luciana Teixeira (colaboradora) - Atualizado em 21 jan 2020, 12h28 - Publicado em 29 mar 2016, 08h16

Amantes de unicórnios, uni-vos! 

Giphy
Giphy

O jornal científico American Journal of Applied Sciences publicou um estudo comprovando a existência do último unicórnio siberiano (Elasmotherium sibiricum) há 29 MIL anos!

Antes do fóssil que comprova a existência ~recente~ do unicórnio siberiano ser publicado, um outro grupo de pesquisadores já defendia que eles tinham vivido por aqui há, pelo menos, 350 mil anos.

Em outras palavras, esses seres lindos que permeiam nosso imaginário e o mundo místico foram reais heart Só que um pouquinho diferente do que a gente visualiza. Eles tinham cerca de 2 metros de altura, 4 metros e meio de comprimento e pesavam 3600 quilos. Basicamente, eles eram muito mais parecidos com um rinoceronte do que esse cavalo com chifre que a gente ama.

Reprodução / Wikipedia
Reprodução / Wikipedia

Mas quem se importa, não é mesmo?

Giphy
Giphy

Continua após a publicidade
Publicidade