Clique e Assine a partir de R$ 7,90/mês

Unhas e verão: como prepará-las para a época mais quente do ano

Cuidados simples podem evitar a micose, infecção por fungo que ocorre principalmente no calor

Por Ana Carolina Pereira, de Abril Branded Content Atualizado em 27 nov 2020, 14h31 - Publicado em 30 nov 2020, 13h00

Se você já sofreu de micose em algum momento da vida, sabe como essa infecção causada por fungos é chata de lidar e de tratar. Ela costuma atacar a pele, as unhas e o couro cabeludo, provocando sintomas como coceiras, manchas, rachaduras e deformações.

De acordo com a Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD), existem quatro tipos de micoses superficiais – as que ocorrem quando as condições ambientais favorecem o crescimento dos micro-organismos no corpo –, e uma delas é a onicomicose, conhecida também como micose de unha. Trata-se da principal causa de alteração relacionada a unhas que é vista nos consultórios médicos, acometendo tanto as dos pés quanto as das mãos.¹

Geralmente, os sintomas iniciais são sutis, com pequenas alterações, como o descolamento e o aparecimento de manchas brancas ou amareladas nas unhas. Não raramente, a unha se torna mais espessa e muda até mesmo de forma. Isso acontece pois os fungos vão se alimentando da queratina, proteína que compõe a maior parte da unha, e da camada exterior de pele, causando danos acima e abaixo delas.

Se não for combatida com tratamentos especializados, a micose de uma unha infectada pode se espalhar, chegando a outras e até à pele, tornando o tratamento mais longo e difícil.

Um problema de verão

Ambientes quentes e úmidos favorecem o desenvolvimento dos fungos. É por isso, inclusive, que a incidência de micose nas unhas dos dedos dos pés – que ficam abafados dentro de sapatos e meias – é maior do que nas dos dedos das mãos. E, não coincidentemente, é no verão que a doença preocupa mais.

Os hábitos de higiene são de alta importância quando o assunto é a prevenção das micoses. No caso das onicomicoses, é crucial que se use o próprio material ao ir à manicure, por exemplo, e outros fatores como secar muito bem os dedos dos pés após o banho; evitar andar descalço em locais que sempre estão molhados, como vestiários, saunas e lava-pés de piscinas; não compartilhar toalhas; e não usar calçados fechados por longos períodos, optando pelos mais largos e ventilados, podem fazer toda a diferença.

É recomendado, também, manter as unhas sempre cortadas e lixadas, evitando seu enfraquecimento.

Dois em um: solução em forma de esmalte

O tratamento para a chamada micose de unha geralmente é difícil e prolongado e pode ser feito com medicamentos tópicos ou orais.¹

Continua após a publicidade

Uma opção bastante escolhida por médicos dermatologistas é o antifúngico em forma de esmalte. Essas formulações, além de fáceis de usar, favorecem a penetração do produto na unha e exigem menor número de aplicações, já que formam uma película que mantém o princípio ativo em contato com o ambiente afetado por mais tempo.

LOCERYL® ESMALTE, por exemplo, é o tratamento para onicomicose mais prescrito² e vendido no mundo.³ Ele pode ser usado com esmaltes cosméticos,* rende 138 aplicações, sendo necessária apenas uma aplicação semanal,** e oferece o tratamento completo em uma única embalagem.

A amorolfina, princípio ativo do medicamento, mata os fungos causadores da micose, penetrando na unha e protegendo contra a disseminação da infecção. O tempo de tratamento varia entre nove e 12 meses para as unhas dos pés e leva cerca de seis meses para cumprir sua função nas unhas das mãos.

Lembre-se: o dermatologista é o profissional indicado para avaliar qualquer alteração que você perceber em suas unhas. Procure um médico quando tiver suspeita de micose e cuide-se!

* Necessário aguardar dez minutos para aplicação do esmalte cosmético.

** Podendo chegar a duas aplicações, dependendo da recomendação médica.

Minibula: Loceryl® Esmalte (cloridrato de amorolfina) é indicado para o tratamento de micoses de unha (onicomicoses). Reg. MS 1.2916.0036. GALDERMA BRASIL LTDA./LOCERYLESM-MB01_20/SAC: 0800-155552. LOCERYL® ESMALTE É UM MEDICAMENTO. SEU USO PODE TRAZER RISCOS. PROCURE O MÉDICO E O FARMACÊUTICO. LEIA A BULA. SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO. 

REFERÊNCIAS

1. SBD. Sociedade Brasileira de Dermatologia. Doenças e problemas de pele. [https://www.sbd.org.br/dermatologia/pele/doencas-e-problemas/micose/14/]

2. Internal calculations by Galderma using IQVIA data, Midas data at December 2018, in value, on scope D1A1 Topical Dermat Antifung.

3. Internal calculations by Galderma using IQVIA data, Midas data at December 2018, in value, on scope D1A1 Topical Dermat Antifung./Non Prescription Bound.

Continua após a publicidade
Publicidade