Clique e Assine CLAUDIA por R$ 9,90/mês
Continua após publicidade

Câncer de mama: conheça os sintomas mais comuns

Reconhecer os sintomas é um passo importante para um prognóstico rápido e cura efetiva

Por Julia Ribeiro
30 out 2023, 10h31

O câncer de mama é o tumor mais comum entre as mulheres brasileiras. De acordo com dados do Instituto Nacional do Câncer, são em média 42 casos a cada 100 mil mulheres e os números para  as mais jovens aumentou nos últimos anos. Dados da Sociedade Brasileira de Mastologia (SBM) indicam um aumento na incidência da doença em mulheres com menos de 35 anos. O que era 2% dos casos, saltou para 5%. E por mais que falemos em prevenção, é importante ficar de olho nos sintomas e sinais do corpo, para encontrar um tratamento especializado o quanto antes.

“Quando o câncer de mama é descoberto em estádios iniciais, as chances de cura são maiores que 95%“, afirma a oncologista Isabella Drumond, médica do Hospital Israelita Albert Einstein, que dedica sua vida ao tratamento do câncer de mama. 

De olho nos sinais e sintomas do câncer de mama

“A mulher deve ficar atenta a alguns sinais e sintomas de sua mama e, caso note algum deles, deve procurar uma avaliação especializada, seja do ginecologista, do mastologista ou médico da família”, afirma a médica. 

Entre os principais sinais e sintomas estão: parte ou toda a mama inchada, mesmo que não sinta nenhum nódulo no autoexame do toque; Algum caroço endurecido tanto na mama quanto na axila; Inversão do mamilo, ou seja, se ele fica muito retraído; pele vermelha, espessa ou com o aspecto de uma casca de laranja; secreção sanguinolenta ou aquosa, principalmente se for em apenas um dos mamilos.

Continua após a publicidade

“Toda mulher, a partir dos 20 anos de idade, precisa passar por uma avaliação clínica pelo mastologista ou ginecologista”, comenta. Nessa consulta anual, a paciente será avaliada em relação ao seu histórico familiar e clínico e também passará por um exame físico das mamas.

Já a mamografia é indicada para toda mulher a partir de 40 anos de idade: “Ela deve ser realizada anualmente, isso se a mulher tem um risco populacional. Se ela tem um risco aumentado para o câncer de mama, ela pode fazer a mamografia a partir dos 30 anos, mas isso quem decide é o médico.” 

Entre os fatores de risco que podem fazer com que a mulher precise realizar a mamografia a partir dos 30 anos estão mutações genéticas de predisposição hereditária ao câncer de mama, histórico familiar positivo e quando tem um risco para o desenvolvimento de câncer de mama maior do que 20%. Aqui, vale dizer que, de todos os casos de câncer de mama no país, apenas 10% tem origem hereditária. 

Continua após a publicidade

Prevenção além da mamografia

Por ser algo que só é recomendado, em sua maioria, após os 40 anos de idade, a mamografia é considerada uma prevenção secundária, mas existem caminhos para prevenir a doença antes dessa idade.

“Um estilo de vida mais saudável é uma das principais”, pontua a médica.

“Vários estudos mostraram que uma vida mais saudável reduz o risco do câncer de mama. Então manter uma alimentação saudável rica em frutas, vegetais, grãos e proteínas mais magras, evitar industrializados, praticar exercícios físicos regularmente e evitar o consumo exacerbado de álcool são essenciais.”

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

Domine o fato. Confie na fonte.
10 grandes marcas em uma única assinatura digital

10 grandes marcas em uma única assinatura digital

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de 14,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.