Assine CLAUDIA por R$2,00/semana
Continua após publicidade

Pode misturar produtos de limpeza? Descubra tudo aqui

Conversamos com Laura Marise, do "Pode Misturar?", para acabar com as dúvidas e ter mais segurança

Por Sarah Brito
22 ago 2023, 06h27

Fazer uma boa faxina na casa sempre foi um dilema para a maioria das pessoas. Algumas possuem um jeito específico de limpar os cômodos, e buscam em misturinhas de produtos a fórmula mágica que vai tornar a tarefa mais prática. Mas toda essa alquimia particular não é exatamente segura, viu? Aqui, descobrimos juntas se podemos misturar produtos de limpeza, e quais. 

Segundo o Centro de Informação e Assistência Toxicológica (CIATox), durante o último levantamento, realizado entre janeiro e abril de 2022, foram registrados mais de 1.500 casos por intoxicação química. Esse número representa um aumento de 23,3% em comparação ao mesmo período nos anos anteriores.

No que se refere às crianças, esse número salta para mais de 1.900 casos registrados durante o levantamento. Essas informações expõem uma certa desinformação sobre o uso adequado dos produtos de limpeza, que não deixam de ser produtos químicos.

Continua após a publicidade
Mulher segurando produtos de limpeza
A falta de informação sobre o uso dos produtos de limpeza geram aumento de casos de intoxicação. Saber o que pode ou não misturar é uma das maiores preocupações entre os biomédicos (Pexels/Reprodução)

Pensando nesses dados alarmantes, convidamos a doutora em biociências, biotecnologia e farmacêutica-bioquímica, Laura Marise, para tirarmos todas as nossas dúvidas sobre o uso adequado de produtos de limpeza. Ela também é idealizadora do site Pode Misturar?, que viralizou recentemente nas redes sociais por auxiliar e dar dicas do que pode e o que não pode misturar quando o assunto é química.

Já era um tema que eu abordava muito nas minhas redes sociais, instruindo as pessoas sobre misturas de produtos de limpeza e interações medicamentosas, e eu sabia que não tinha um único local na internet com todas as informações disponíveis e em uma linguagem acessível.  Um belo dia teve um post no twitter falando sobre a falta de um local em que pudéssemos consultar estas misturas e, então, decidimos embarcar na ideia, porque era a oportunidade que eu queria para criar esse espaço público.” conta Laura.

Continua após a publicidade
Laura Marise, doutora em doutora em biociências e biotecnologia e farmacêutica-bioquímica
Laura Marise é doutora em biociências e biotecnologia, além de farmacêutica-bioquímica, e é a idealizadora do site “Pode Misturar?”, principal site de pesquisa sobre produtos químicos no Brasil (Arquivo Pessoal/Divulgação)

“Eu fiquei responsável por criar todo o conteúdo, trazendo as informações sobre quais produtos podem ou não misturar. Já o Mário (programador) ficou responsável por todo o desenvolvimento do site em si, e a Supernova, que é nossa agência de influência, ficou responsável pela identidade visual do site” explica a bioquímica.

Confira agora todas as dicas e alertas sobre como usar os produtos de limpeza de forma adequada:

Continua após a publicidade

Como atua cada tipo produto de limpeza?

Produto de Limpeza
Ler o rótulo presente no verso dos produtos químicos auxilia a descobrir suas principais funções e ações contra a sujeira. (Pexels/Reprodução)

Laura abre nosso bate papo com o mais claro e direto alerta sobre o manuseio dos produtos químicos: “LEIA O RÓTULO. O critério é ler corretamente e ver para que tipo de superfícies e os tipos de limpeza o produto é indicado. Se é um produto desengordurante, ele irá limpar as superfícies e os utensílios de cozinha. Agora, se ele é um desinfetante, ele irá limpar as superfícies e matar os microrganismos sem deixar resíduos (ideais para o chão e banheiros). Por fim, o detergente possui ação parecida com o desinfetante, porém deixando alguns resíduos que necessitam de enxágue”, explica a bioquímica sobre os principais critérios que devemos considerar ao escolher um determinado produto. Aqui você encontra mais dicas de quais produtos escolher para qual finalidade

Produtos de limpeza que você NÃO pode misturar

Mulher em seu banheiro colocando uma máscara de proteção
Utilizar equipamentos de segurança como máscaras e luvas evitam quadros de intoxicação (Pexels/Reprodução)

A especialista enfatiza que nenhum produto deve ser misturado, e alerta que o rótulo é a fórmula mágica da segurança. “Nenhum produto de limpeza deve ser misturado com outro, e o seu uso precisa ser feito de acordo com as instruções do rótulo.”

Laura ainda nos conta sobre as misturas mais perigosas entre as receitinhas caseiras, e nos alerta para que em hipótese alguma façamos em casa: “As misturas mais perigosas são: água sanitária + vinagre; água sanitária + álcool; água sanitária + desinfetante; água oxigenada + vinagre. Essas misturas formam gases tóxicos e/ou substâncias corrosivas que podem facilmente mandar a pessoa para o hospital. Se você já misturou esses produtos para limpar o banheiro e em seguida tossiu ou sentiu uma tontura, você certamente inalou uma parcela de gases tóxicos e deu sorte de a quantidade não ter sido maior a ponto de te fazer desmaiar.” Tenso!

Pessoa esfregando espelho do banheiro
Evite misturar substâncias em ambientes com pouca ventilação, como no caso do banheiro. Algumas misturas liberam gases tóxicos que podem te fazer perder a consciência (Pexels/Reprodução)

Aliás, você com certeza notou que um produto se repete em todas as formulas, né? É porque este é o mais perigoso de todos: a água sanitária. Ela não é necessariamente uma vilã, porém sabemos que sua composição não permite ser misturada com nenhum outro item. “Nunca faça misturas com água sanitária – NUNCA. Água sanitária se utiliza apenas diluindo em água pura da torneira.” alerta Laura.

Produtos de limpeza caseiros: confiar ou não?

Laura não poupa palavras ao dizer que os produtos de limpeza caseiros não são confiáveis, e que seguir esse tipo de instrução pode levar a seríssimos casos de intoxicação. “Não são confiáveis e não é uma prática que deve ser seguida. Fazendo misturas em casa ou comprando produtos clandestinos, você coloca em risco a sua vida e a da sua família. Produtos industrializados passam por testes de eficácia e segurança e têm registro na ANVISA para poderem ser vendidos. Qualquer tipo de problema que você tenha com o produto, você tem a quem recorrer e tem o rótulo com os ingredientes para orientar os médicos (dependendo do produto que causou a intoxicação, o procedimento hospitalar pode ser diferente)”, explica a bioquímica.

Pessoa limpando o fogão
Lembre-se, produtos de limpeza passam por um rigoroso teste de eficácia e segurança, logo produtos de limpeza caseiros, não podem oferecer esse mesmo critério de segurança, já que não passam por nenhum tipo de teste (Pexels/Reprodução)

E para você que possui algum tipo de alergia à produtos químicos, saiba que estas receitas caseiras não te protegem de uma intoxicação causada pela mistura de outras substâncias, como o caso do vinagre. “Algumas pessoas gostam de usar vinagre para limpar a casa toda, mas ele é mais indicado para remover coisinhas incrustadas, como aqueles branquinhos que ficam na pia e em torneiras. Vinagre não é desinfetante e muito menos sanitizante (não consegue matar e nem diminuir a quantidade de microrganismos). Para quem possui alergias, detergente (ou de lavar louças mesmo) diluído com água morna, depois enxaguado (ou passado num pano só com água), já é uma boa forma de limpeza sem agressão”, conclui Laura.

E você, já sabia de todas essas curiosidades sobre o uso de produtos de limpeza? Lembre-se, em caso de ingestão de alguma substância química não provoque vômitos, nem beba qualquer outro tipo de líquido. Encaminhe-se imediatamente ao pronto socorro mais próximo, munido da embalagem ou do rótulo do produto ingerido. Para mais informações acesse o site www.podemisturar.com e tire suas dúvidas sobre as substâncias que dão um verdadeiro match, ou não. 

 

Publicidade

Essa é uma matéria fechada para assinantes.
Se você já é assinante clique aqui para ter acesso a esse e outros conteúdos de jornalismo de qualidade.

O mundo está mudando. O tempo todo.
Acompanhe por CLAUDIA e tenha acesso digital a todos os títulos Abril.

Acompanhe por CLAUDIA.

Impressa + Digital no App
Impressa + Digital
Impressa + Digital no App

Moda, beleza, autoconhecimento, mais de 11 mil receitas testadas e aprovadas, previsões diárias, semanais e mensais de astrologia!

Receba mensalmente Claudia impressa e tenha acesso ilimitado ao site, edições
digitais e acervos nos aplicativos de Veja, Veja SP, Veja Rio, Veja Saúde, Claudia, Superinteressante, Quatro Rodas, Você SA e Você RH.

a partir de R$ 12,90/mês

PARABÉNS! Você já pode ler essa matéria grátis.
Fechar

Não vá embora sem ler essa matéria!
Assista um anúncio e leia grátis
CLIQUE AQUI.