“Minha primeira corrida de rua”

Acompanhe o meu diário e descubra que é possível, sim, praticar atividade física e viver de forma mais saudável mesmo no agito do dia a dia

Agora eu posso afirmar: vale muito a pena participar de provas de rua. É legal passar a linha de chegada, receber uma medalha e ter a sensação de dever cumprido. Eu tive essa oportunidade no último feriado (dia 12) quando, à convite da assessoria Approach, participei da terceira edição da Sephora Beauty Run, uma prova organizada pela marca de produtos de beleza. Mais de 2 mil mulheres correram um circuito de 6km. Foi lindo de ver e eu estava lá no meio!

Eu achei que não daria conta, pois nas últimas semanas, devido à uma viagem e inúmeros compromissos no trabalho, não consegui treinar direito. Mas uma amiga me convenceu a ir. Ela disse que valeria a pena, nem se fosse para caminhar um pouco durante o trajeto. E foi isso que eu fiz. Intercalei caminhada com corrida e trote em uma proporção de três minutos andando, dois trotando e um correndo. No final, dei um gás extra para não deixar cair o ritmo. Acredito que o segredo é conhecer seus limites e não ir além do que você pode. 

Separei aqui algumas dicas que super me ajudaram: 

Na véspera, evite comidas pesadas e alimentos diferentes dos quais está habituada. 

No café da manhã, não coma demais. Prefira frutas. 

A hidratação é fundamental, principalmente para que não ocorra fadiga precoce. Opte por dar pequenos goles durante a prova. 

Por ser um esporte de movimentos repetitivos de impacto, usar um tênis específico para a modalidade é fundamental. Eu corri com o tênis Mizuno Wave Viper. 

Lembre-se: Você também precisa fortalecer e alongar músculos antes de encarar uma corrida de rua. Por isso, é muito importante fazer alguma atividade paralela.  

** É possível praticar atividade física e viver de forma mais saudável mesmo no agito do dia a dia? Para provar que sim, eu aceitei o desafio da Mizuno e estou participando do #ProjetoCorrida.