Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Menopausas precoce e tardia podem ampliar risco de diabetes

Pesquisadores britânicos descobriram que alterações hormonais estão diretamente ligados à predisposição de desenvolver diabetes

Por Redação CLAUDIA - Atualizado em 28 out 2016, 14h37 - Publicado em 27 jul 2016, 12h24

A partir da análise de dados de saúde de 124 mil mulheres, pesquisadores do convênio de saúde britânico Kaiser Permanente perceberam que o risco de desenvolver diabetes tipo 2 é maior em mulheres que tiveram menopausa tardia, isto é, após os 55 anos, ou precoce, antes dos 45. Eles acreditam que os níveis hormonais estão diretamente ligados a essa tendência.

Já se sabia que mulheres que experienciam a menoapausa precoce têm risco maior de desenvolver diabetes tipo 2 por conta do baixo nível de estrogênio – um dos hormônios femininos – estar ligado ao aumento de gordura corporal, metabolismo lento e alto nível de açúcar no sangue. A novidade é a predisposição aparecer em mulheres com menopausa tardia. 

Leia mais: Pesquisadores afirmam ter descoberto um jeito de reverter a menopausa

O estudo, liderado pelo Dr. Erin LeBlanc e publicado na revista da Sociedade Norte-Americana de Menopausa, aponta que mulheres que tiveram sua última menstruação antes dos 46 anos de idade eram 25% mais predispostas a desenvolver diabetes tipo 2, em comparação com mulheres que pararam de menstruar entre 46 e 55 anos de idade. As que têm o último ciclo aos 55 anos apresentam mais 12% de risco. 

Portanto, mulheres que experienciam a menopausa tanto precoce quanto tardia devem ter preocupação redobrada com manter uma dieta saudável e praticar exercícios regularmente. 

Outra descoberta dos pesquisadores é que mulheres que iniciaram os ciclos reprodutivos há menos de 30 anos antes do início da menopausa têm 37% mais chances de desenvolver diabetes do que aquelas que iniciaram há cerca de 40 anos. Com mais de 45 anos de ciclos, a predisposição ao diabetes tipo 2 aumenta em 23%. 

Continua após a publicidade
Publicidade