Clique e Assine a partir de R$ 8,90/mês

Leiliane, heroína do acidente com Boechat, ganha tratamento contra tumor

Leiliane sofre de uma doença rara - conhecida como MAV - e não conseguia tratar-se através do SUS. Agora, ela receberá ajuda de uma ONG.

Por Fernando Gomes Atualizado em 16 jan 2020, 00h24 - Publicado em 14 fev 2019, 17h06

Leiliane Rafael da Silva, de 28 anos, ficou conhecida pelo ato heroico no acidente de helicóptero que tirou a vida do jornalista Ricardo Boechat e do piloto da aeronave, Ronaldo Quattrucci. Foi ela que socorreu o motorista do caminhão atingido, João Adroaldo.

A mulher sofre de uma doença rara, a Malformação Arteriovenosa (MAV), diagnosticada em novembro de 2018, pouco tempo depois de dar à luz sua filha caçula. Trata-se tumor cerebral raro, que é causado por defeitos no sistema circulatório. A boa notícia é que ela conseguiu tratamento.

O Balanço Geral, da Rede Record, contou a história de Leiliane, que comoveu as redes após a viralização. Ela contou na entrevista que tentou tratamento pelo SUS, pois não tem condições financeiras de fazer uma consulta particular. Em nenhuma das três idas ao hospital público Leiliane obteve sucesso.

“[Na primeira vez] eles me falaram que eu não podia naquele dia porque não tinha quarto. Voltei na próxima quinta-feira [segunda vez] e eles me falaram não que tinha o médico que precisava fazer a embolia. E na terceira quinta-feira que eu fui, o médico falou que não podia fazer porque a máquina tinha quebrado”, relatou.

Uma ONG que ajuda pacientes com a mesma doença entrou em contato com a produção do programa para ajudar Leiliane. Agora, ela receberá o tratamento adequado e com o especialista certo para cuidar de sua condição médica.

Continua após a publicidade

Homenagem

Leiliane ganhou uma homenagem do ilustrador Angelo France na última terça-feira (12). Por não conseguir apagar  da memória a cena da vendedora prestando socorro ao motorista, ele decidiu desenha-la como se fosse a Mulher Maravilha.

Em sua publicação no Instagram ele diz: “Minha visão da imagem marcante no momento do acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto do helicóptero, Ronaldo Quattrucci. Heróis reais existem! Leilaine, que assistiu de perto a queda do helicóptero, desce da moto e corre salvar a vida do motorista do caminhão atingido no acidente.  Uma mulher forte, de coragem, que arriscava sua vida enquanto os homens a sua volta apenas se importavam em filmar ao invés de ajudar. Parabéns Leilaine!! Verdadeira Heroína!!!”

View this post on Instagram

[Leilaine – Super-heróina] Minha visão da imagem marcante no momento do acidente que vitimou o jornalista Ricardo Boechat e o piloto do helicóptero, Ronaldo Quattrucci. Heróis reais existem! Leilaine, que assistiu de perto a queda do helicóptero, desce da moto e corre salvar a vida do motorista do caminhão atingido no acidente. Uma mulher forte, de coragem, que arriscava sua vida enquanto os homens a sua volta apenas se importavam em filmar ao invés de ajudar. Parabéns Leilaine!! Verdadeira Heroína!!! 👏 __________________________ #art #arte #digitalart #artedigital #illustration #ilustração #ilustraçãodigital #artistoninstagram #artgram #instaart #instaartist #superheroina #leilaine #leilainerafael #leilainedasilva #mulhermaravilha #wonderwoman #strength #força #acidente #ricardoboechat #luto

A post shared by ANGELO FRANCE (@angelofrance) on

Continua após a publicidade
Publicidade