Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Intolerância à lactose: como identificar e tratar o problema

Mal-estar depois de beber leite ou derivados pode indicar intolerância à lactose. Saiba identificar e conviver com o distúrbio.

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 15 jan 2020, 04h24 - Publicado em 4 jun 2014, 21h00

Para quem não se sente bem quando ingere lactose, o leite de soja é uma opção.
Foto: Getty Images

 

Se você sente náuseas, dor de barriga, de cabeça ou tem diarreia depois de consumir leite e derivados, pode ser que sofra de intolerância à lactose. O problema é causado pela incapacidade do organismo de produzir lactase, a enzima que digere o açúcar do leite: “Quando não é quebrada, a lactose é fermentada por bactérias no intestino, causando o mal-estar”, diz o nutrólogo Fernando Chueire, da Associação Brasileira de Nutrologia. Às vezes é preciso eliminar laticínios do cardápio ou tomar remédio. Saiba mais sobre o assunto.

 

Como detectar o problema

Teste de tolerância à lactose: ingere-se lactose pura e nas horas seguintes coleta-se sangue para indicar os níveis de glicose. Se não houver alteração, a pessoa tem intolerância.

Teste de tolerância pelo hidrogênio expirado: mede-se a quantidade de hidrogênio na respiração após a ingestão de lactose. Concentrações mais elevadas do gás indicam deficiência na digestão.

Continua após a publicidade

Pesquisa de substâncias redutoras nas fezes: verifica-se a acidez e a cor das fezes. A lactose não digerida altera o pH e a coloração fecal.

 

Intolerância à lactose é diferente de alergia

Os sintomas da alergia aparecem em pouco tempo e ocorrem não só pela ingestão do leite mas também pelo contato com o alimento ou até mesmo pelo cheiro dele. Podem ocorrer coceira, vermelhidão, inchaço nos lábios, nos olhos ou na glote, tosse, falta de ar e até choque anafilático. A saída para evitar crises alérgicas é tomar leite hidrolisado, de soja, de arroz ou de aveia.

 

Trocas nutritivas

Se você precisa reduzir ou eliminar os alimentos lácteos da sua dieta, veja outras opções que também garantem um bom fornecimento de cálcio:

· Brócolis, couve, espinafre, nabo, quiabo e soja.
· Sucos e cereais enriquecidos com cálcio.
· Produtos de soja com cálcio, como tofu e leite de soja.

Continua após a publicidade
Publicidade