Gripou? Três dicas para manter a rotina e não se sentir derrubada

No inverno, os casos de gripe se tornam mais comuns. Listamos aqui algumas formas de tratar os sintomas e não perder a energia

Não tem erro: é a temperatura cair que a gripe chega. Essa é a realidade do inverno para muita gente. A baixa umidade do ar, os dias de tempo seco, o acúmulo de poluição e a tendência de ficar em lugares fechados auxiliam na propagação dos agentes causadores da gripe.

A boa notícia é que, na maioria dos casos e com a devida atenção, a gripe passa rápido. Dura, em média, uma semana. Mas, durante esse tempo, sofremos com febre, coriza, mal-estar, dor no corpo e moleza. Tudo por culpa de um vírus, o Influenza. A vontade é ficar quieta em casa, debaixo das cobertas, assistindo a uma maratona de filmes. Mas como isso é impossível em nossa rotina agitada, o jeito é levantar o ânimo. Existem medidas simples que podem ajudá-la a se sentir melhor e dar a energia que falta durante a gripe. Confira!

Beba – muita! – água

Essa é uma dica para a vida, mesmo se você não estiver gripada. A ingestão de líquidos é especialmente importante no combate à doença, porque ajuda na eliminação das secreções que dificultam a respiração.

Mantenha as vias aéreas hidratadas

O ar seco é uma das principais causas dos incômodos respiratórios. Vale lavar as narinas com soro fisiológico e ficar um tempinho debaixo do chuveiro quente, inalando o vapor. Liberar as vias aéreas é importante também porque evita a respiração pela boca, que pode irritar a garganta.

Cuide dos sintomas

Antigripais são uma mão na roda no alívio dos sinais da gripe, pois conseguem atacar todos os sintomas de uma única vez. Mas o remédio te deixa sonolenta?

Hoje existem algumas formulações com cafeína, que, por ser estimulante, compensa a sonolência causada pelos componentes antialérgicos do medicamento e não deixa você parar por uma gripe. É o caso da Coristina D. Sua composição conta com antialérgicos, descongestionantes, analgésicos e antitérmicos que aliviam a dor, a febre e desentopem. A cafeína, por sua vez, atua como revigorante e evita a sensação de moleza que muitos medicamentos para gripe geram.

Além da Coristina D para a gripe, existe também a Coristina Vitamina C, auxiliar do sistema imunológico que ajuda a acelerar a recuperação e diminui a força dos sintomas da gripe (e ainda tem na versão comprimido, que não precisa dissolver, o que facilita bastante no dia a dia). Coristina ajuda na disposição e no ânimo para enfrentar a gripe com energia, sem comprometer sua rotina!

CORISTINA VITAMINA C: ácido ascórbico. MS 1.7817.0821. Indicações: suplemento vitamínico auxiliar do sistema imunológico, como antioxidante e na convalescença; suplementação de vitamina C na gestação e aleitamento; suplementação de vitamina C na cicatrização. CORISTINA D*: ácido acetilsalicílico, maleato de dexclorfeniramina, cloridrato de fenilefrina e cafeína. MS 1.7817.0797. Indicações: tratamento das dores e febres, para a congestão nasal e alívio da coriza associadas ao estado gripal e resfriado comum. COSMED S/A. Julho/2016.

SE PERSISTIREM OS SINTOMAS, O MÉDICO DEVERÁ SER CONSULTADO

*ESTE MEDICAMENTO É CONTRAINDICADO EM CASOS DE SUSPEITA DE DENGUE

Referência bibliográfica

World Health Organization, Food and Agriculture Organization of the United Nations. Joint FAO/WHO Expert Consultation on Human Vitamin and Mineral Requirements. 2 ed. 1998. Disponível em: http://apps.who.int/iris/bitstream/10665/42716/1/9241546123.pdf. Acesso em: 17 jul. 2016.