Clique e assine Claudia a partir de R$ 8,90/mês

Gases: saiba o que causa o problema e como evitar o incômodo

Eles podem ser causados por problemas psicológicos ou simplesmente pelo ar que engolimos enquanto comemos. Descubra como acabar com os gases.

Por Redação M de Mulher - Atualizado em 15 jan 2020, 01h52 - Publicado em 8 set 2014, 21h00

O excesso de gases provoca dores abdominais e a barriga fica inchada.
Foto: AlexRaths/Thinkstock/Getty Images

 

Causas

A flatulência ou o odor desagradável podem estar ligados a fatores psicológicos. Estudos provaram que as emoções têm influência direta no funcionamento do intestino. Doenças do tubo digestivo, como má absorção de alguns alimentos, inflamação do intestino e câncer de cólon, também podem provocar esse problema.

Ar nas refeições
Os gases que formam o pum vêm do ar que você engole sem querer durante a refeição ou das bolhas de ar do refrigerante ou da cerveja. Além disso, surgem da fermentação do alimento ao longo do intestino grosso. O arroto também é causado pelo ar ingerido enquanto você come. Neste caso, o ar sobe do estômago e faz a válvula que fica entre o esôfago e a boca vibrar. Esse barulho é ampliado pela garganta.


Sintomas

O excesso de gases no organismo provoca dores abdominais. A barriga também denuncia o problema, pois fica inchada. Esses fatores causam desconforto para a pessoa e até mal-estar e vontade de vomitar.


Sinal de perigo

Estudos mostraram que um adulto expele gases até 20 vezes ao dia! Por isso, mesmo que algumas pessoas torçam o nariz, essa é uma reação comum do corpo. Mas é bom ficar alerta. Em excesso, os gases podem denunciar doenças, como intolerância à lactose (que é o açúcar do leite) ou intolerância ao glúten, conhecida como doença celíaca.


Tratamento

A solução está no seu cardápio
O excesso de gases pode ser tratado com medicamentos, inclusive antibióticos, que diminuem o incômodo. Manter uma alimentação adequada com alimentos como mamão, kiwi e abacaxi, que possuem enzimas digestivas que quebram os carboidratos, proteínas e ácidos graxos, ajuda a minimizar o mal.

Dicas fáceis

· Faça refeições em silêncio para reduzir o ar engolido.
· Consuma chás de camomila, hortelã e erva-doce.
· Beba água ao longo do dia.
· Diminua o consumo de leite, refrigerantes, cebola, repolho, pimentão, berinjela e batata-doce.


Até os bebês

Os pequenos precisam arrotar. Se não o fizer, o gás acumulado causa cólicas e vômitos.

Publicidade